Teoria e prática: as experiências formadoras da docência

Autores

  • Juliana Brandão Machado FACED – UFRGS
  • Marie Jane Soares Carvalho FACED - UFRGS

DOI:

https://doi.org/10.22456/1679-1916.43652

Palavras-chave:

Experiência Formadora, Formação de Professores, Educação a Distância.

Resumo

O presente artigo analisa as experiências formadoras da docência a partir das reflexões pautadas pela relação entre teoria e prática na trajetória formativa das professoras-cursistas do curso de Graduação em Pedagogia na Modalidade a Distância, oferecido pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (PEAD/UFRGS), entre os anos de 2006 e 2010, no âmbito da cibersocialidade. Experiência formadora constitui-se como a possibilidade de criar e recriar, no âmbito da formação, as significações a respeito do aprendido: aprendido a fazer, a ser e a pensar. A cibersocialidade se relaciona à vivência do cotidiano presentificado, em que emergem as relações na sociedade em rede. As experiências formadoras foram analisadas a partir dos Portfólios de Aprendizagem das professoras-cursistas, recuperando as recordações-referência a partir dos seus itinerários de experiências individuais. Percebemos que estas se relacionam necessariamente com o mundo da vida cotidiana de cada professora-cursista, ultrapassando as fronteiras da universidade e da escola. Destacamos a importância de assumirmos a experiência formadora como possibilidade de qualificar a formação de professores.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2013-11-14

Como Citar

MACHADO, J. B.; CARVALHO, M. J. S. Teoria e prática: as experiências formadoras da docência. RENOTE, Porto Alegre, v. 11, n. 2, 2013. DOI: 10.22456/1679-1916.43652. Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/index.php/renote/article/view/43652. Acesso em: 1 fev. 2023.