Vestido de Pedra: abordagem semiótica de um vídeo

Autores

  • Daniele da Rocha Schneider PPGIE/UFRGS
  • Dinorá Fraga Fraga UFRGS
  • Carla Borba UFRGS
  • Ângela Carine Oviedo SENAI
  • Daniel dos Santos Telechi SENAI

DOI:

https://doi.org/10.22456/1679-1916.41615

Palavras-chave:

tecnologia digital, vídeo, análise semiótica

Resumo

O trabalho analisa o vídeo Vestido de Pedra, da artista gaúcha Carla Borba. Esse vídeo se constitui em uma ação performática baseada na confluência de imagem em movimento e som, gerando pela inter-relação dessas linguagens seus efeitos de sentido sobre a condição da mulher na sociedade moderna, segundo a teorização dos autores. A análise foi realizada no âmbito da teoria semiótica, considerando o percurso gerativo de sentido nos níveis fundamental, narrativo e discursivo. O estudo evidencia a semiótica como possibilidade de criação de significações sócio culturais e, nessas, de significações científicas. Indica-se sua característica interdisciplinar, por seu método fenomenológico e hermenêutico de leitura característico das ciências sociais aplicadas. A análise foi produzida, a partir de teorias e metodologia de análise textual, considerando a produção de sentido de usuários do vídeo, entre esses, alunos de uma escola de ensino profissionalizante.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2013-07-30

Como Citar

SCHNEIDER, D. da R.; FRAGA, D. F.; BORBA, C.; OVIEDO, Ângela C.; TELECHI, D. dos S. Vestido de Pedra: abordagem semiótica de um vídeo. RENOTE, Porto Alegre, v. 11, n. 1, 2013. DOI: 10.22456/1679-1916.41615. Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/index.php/renote/article/view/41615. Acesso em: 2 out. 2022.

Edição

Seção

Artigos