OBJETOS DE APRENDIZAGEM SOB O PONTO DE VISTA DOS ALUNOS: UM ESTUDO DE CASO

Autores

  • Mára Lúcia Fernandes Carneiro Núcleo de Apoio Pedagógico à Educação a Distância – SEAD/UFRGS
  • Milene Selbach Silveira Faculdade de Informática - PUCRS

DOI:

https://doi.org/10.22456/1679-1916.36393

Palavras-chave:

objetos de aprendizagem, experiência de uso, concepção e produção.

Resumo

Objetos de Aprendizagem (OA) têm sido amplamente discutidos, incluindo, por exemplo, diretrizes para sua produção e avaliação, padrões para sua construção e experiências relatando sua utilização em ambientes de ensino presenciais e a distância. Quanto à experiência de uso, neste artigo discutem-se os resultados de uma pesquisa realizada com 76 alunos usuários de OA, concernentes às questões relacionadas à aprendizagem com ou a partir do objeto em questão. Esta pesquisa permitiu verificar-se que características consideradas fundamentais para a concepção e produção de um OA são também destacadas pelos alunos, reforçando a necessidade de serem amplamente difundidas e atendidas, para que seus usuários consigam, de forma dinâmica, explorar e aprofundar conteúdos e habilidades necessárias a sua formação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2012-12-30

Como Citar

CARNEIRO, M. L. F.; SILVEIRA, M. S. OBJETOS DE APRENDIZAGEM SOB O PONTO DE VISTA DOS ALUNOS: UM ESTUDO DE CASO. RENOTE, Porto Alegre, v. 10, n. 3, 2012. DOI: 10.22456/1679-1916.36393. Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/index.php/renote/article/view/36393. Acesso em: 2 fev. 2023.

Edição

Seção

Artigos