Educação e inclusão digital para idosos

Autores

  • Michele Marinho da Silveira UPF
  • Josemara de Paula Rocha UPF
  • Marlon Francys Vidmar UPF
  • Lia Mara Wibelinger UPF
  • Adriano Pasqualotti UPF

DOI:

https://doi.org/10.22456/1679-1916.15210

Palavras-chave:

Gerontologia, Educação, Tecnologia, Inclusão, Idoso

Resumo

A dificuldade em entender a nova linguagem tecnológica traz consigo um problema social; e o idoso, por vezes, retorna ao caminho da educação na perspectiva de uma atualização cultural e reaproximação social. As tecnologias de informação e comunicação intensificarão esse processo de aprendizagem, ao permitir interagir com diferentes informações, pessoas e grupos, e socializar seus conhecimentos e suas próprias histórias de vida, aumentando sua auto-estima e auto-realização. Este artigo tem como objetivo discutir algumas questões importantes para uma educação gerontológica mais participativa e transformadora, desde as manifestações clínicas do envelhecimento, a possibilidade de inclusão digital e a educação gerontológica mediada pela informática.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2010-07-30

Como Citar

SILVEIRA, M. M. da; ROCHA, J. de P.; VIDMAR, M. F.; WIBELINGER, L. M.; PASQUALOTTI, A. Educação e inclusão digital para idosos. RENOTE, Porto Alegre, v. 8, n. 2, 2010. DOI: 10.22456/1679-1916.15210. Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/index.php/renote/article/view/15210. Acesso em: 1 jul. 2022.