O Sistema de Tutoria no CLMD

Autores

  • Thaís Neuenfeld Philipsen UFPEL
  • Reginaldo Fabiano da Silva Afonso UFPEL
  • Gertrudes Aparecida Dandolini UFPEL
  • João Artur Souza UFPEL
  • Inês Farias Ferreira UFSM

DOI:

https://doi.org/10.22456/1679-1916.14299

Palavras-chave:

Tutoria, Tecnologias, Ensino a distância, Matemática

Resumo

Este artigo tem por objetivo descrever a experiência do primeiro ano de execução do curso de Licenciatura em Matemática a Distância (CLMD) da UFPel quanto ao funcionamento da tutoria. O CLMD oferece aos seus 120 alunos nas cidades pólos de Turuçu, Canguçu e Jaguarão um sistema de tutoria. A tutoria é realizada pelos tutores da sede e tutores do pólo através de diversos meios de comunicação. Além da função pedagógica, os tutores da sede são responsáveis por acompanhar o aluno em sua aprendizagem, motivando-o e orientando-o a seguir em frente e superar os desafios encontrados no decorrer do curso. Por outro lado, o tutor do pólo é o professor mais próximo do aluno, seu papel é de fundamental importância no decorrer do curso. Este
deve, além de motivar o aluno, acompanhar de perto seu desempenho.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2006-12-22

Como Citar

PHILIPSEN, T. N.; AFONSO, R. . F. da S.; DANDOLINI, G. A.; SOUZA, J. A.; FERREIRA, I. F. O Sistema de Tutoria no CLMD. RENOTE, Porto Alegre, v. 4, n. 2, 2006. DOI: 10.22456/1679-1916.14299. Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/index.php/renote/article/view/14299. Acesso em: 7 fev. 2023.