Estratégias para ensinar e aprender em ambientes virtuais

Autores

  • Maria Elisabeth Bianconcinni de Almeida PUCSP
  • Rosangela Del Vecchio PUCSP
  • Roseli Zen Cerny UFSC
  • Susana Ester Krüger Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo, Escola de Música e Belas Artes do Paraná

DOI:

https://doi.org/10.22456/1679-1916.14235

Palavras-chave:

educação a distância – ambientes virtuais – mediação

Resumo

Neste artigo apresenta-se uma análise das estratégias utilizadas em uma disciplina de pós-graduação, realizada na modalidade a distância, com uso de ambientes virtuais de aprendizagem. São apresentados e analisados os resultados de uma das estratégias utilizadas na disciplina: os seminários virtuais, realizados por convidados e pelos alunos como mediadores do processo. Conclui-se que no trabalho com ambientes virtuais, em distintos níveis e modalidades de ensino, tais ambientes devem ser integrados aos processos de ensino e de aprendizagem, tanto como recursos pedagógicos, quanto como objetos de estudo e reflexão com vistas a identificar suas contribuições a esses processos e a estimular nos professores e nos seus alunos o uso
ativo, interativo, inteligente e crítico desta tecnologia.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2007-12-28

Como Citar

ALMEIDA, M. E. B. de; VECCHIO, R. D.; CERNY, R. Z.; KRÜGER, S. E. Estratégias para ensinar e aprender em ambientes virtuais. RENOTE, Porto Alegre, v. 5, n. 2, 2007. DOI: 10.22456/1679-1916.14235. Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/index.php/renote/article/view/14235. Acesso em: 29 set. 2022.