Jogos inteligentes como sistemas abertos: singularizando as possibilidades de interação com desafios lógicos

Autores

  • Othon de Carvalho Bastos Filho UFRGS
  • Margarete Axt UFRGS
  • Luis Carlos Fonseca UFRGS
  • Sofiane Labidi UFMA
  • Lucas Nunes Guimarães UFRGS
  • Andrei Rubina Thomaz UFRGS
  • Edson Nascimento UFMA

DOI:

https://doi.org/10.22456/1679-1916.13919

Palavras-chave:

Cognição, Agentes Inteligentes, Abstração Reflexionante, Desafios Abertos

Resumo

Este trabalho apresenta, em linhas gerais uma aplicação da Inteligência Artificial na Educação, que simulará situações de como se processa o entendimento dos estágios congnitivo baseados em provas piagetianas, possibilitando assim, a criação de desafios abertos informatizados baseados na arquitetura multiagente. Esses desafios fazem parte de uma proposta de plataformaambiente integrada entre o Laboratório Sistemas Inteligentes - LSI/UFMA e o Laboratório de Estudos em Linguagem, Interação e Cognição - LELIC/UFRGS, que se propõe a atender não só aos pesquisadores e docentes interessados, na Universidade, mas ainda a professores e
pesquisadores nas escolas de Educação Básica. Os desafios permitirão uma visualização do relacionamento entre os processos mentais cognitivos e a emergência de emoções possibilitando ainda um suporte à docência e à formação continuada em ambientes informatizados.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Margarete Axt, UFRGS

Doutora em Lingüística e Letras-PUCRS. Coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Informática na
Educação.

Downloads

Publicado

2004-11-14

Como Citar

BASTOS FILHO, O. de C.; AXT, M.; FONSECA, L. C.; LABIDI, S.; GUIMARÃES, L. N.; THOMAZ, A. R.; NASCIMENTO, E. Jogos inteligentes como sistemas abertos: singularizando as possibilidades de interação com desafios lógicos. RENOTE, Porto Alegre, v. 2, n. 2, 2004. DOI: 10.22456/1679-1916.13919. Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/index.php/renote/article/view/13919. Acesso em: 7 jul. 2022.