Prática virtual de bioquímica: cromatografia ascendente em papel de aminoácidos

Autores

  • Geancarlo Zanatta UFRGS
  • Cassia Garcia Moraes UFRGS
  • Eduardo Rigon Zimmer UFRGS
  • Lucas Ewald UFRGS
  • Leticia Ferreira Pettenuzzo UFRGS
  • Christianne Gazzana Salbego UFRGS
  • Vera Maria Treis Trindade UFRGS

DOI:

https://doi.org/10.22456/1679-1916.13570

Palavras-chave:

cromatografia em papel, aminoácidos, objeto de aprendizagem

Resumo

Cromatografia consiste num método de análise de componentes de uma mistura
complexa baseada em diferentes critérios: adsorbilidade, solubilidade, massa molecular,
carga iônica e afinidade. É um importante conteúdo da disciplina Bioquímica. Este
trabalho relata o desenvolvimento e a validação de um software de simulação
laboratorial denominado Cromatografia Ascendente em Papel de Aminoácidos usando a
ferramenta o Adobe® Flash® CS3. A organização e a coleta do material multimídia
ocorreram no semestre 2008/2. As imagens mais representativas foram inseridas no
objeto de aprendizagem A primeira aplicação deste objeto foi realizada em 2009/1, na
Bioquímica I (Farmácia-UFRGS). Com base nesta experiência, uma nova versão foi
desenvolvida a qual foi utilizada pelos alunos da mesma disciplina em 2009/2. Após
uma aula expositiva de 50 minutos (teórico-prática), os alunos dos dois semestres foram
divididos em dois grupos. O grupo I respondeu a um questionário sobre conceitos
básicos de cromatografia e depois utilizou o software. O grupo II foi submetido ao
protocolo inverso. Os grupos também avaliaram os aspectos técnicos da
animação/simulação e a atividade realizada. Associando os resultados das duas
aplicações (2009/1 e 2009/2), o objeto de aprendizagem em questão pode ser
considerado válido como suporte para o ensino prático de Bioquímica básica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2009-12-21

Como Citar

ZANATTA, G.; MORAES, C. G.; ZIMMER, E. R.; EWALD, L.; PETTENUZZO, L. F.; SALBEGO, C. G.; TRINDADE, V. M. T. Prática virtual de bioquímica: cromatografia ascendente em papel de aminoácidos. RENOTE, Porto Alegre, v. 7, n. 3, p. 296–306, 2009. DOI: 10.22456/1679-1916.13570. Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/index.php/renote/article/view/13570. Acesso em: 7 jul. 2022.