Uma prática pedagógica apoiada na construção de infográficos para o ensino e aprendizagem de estereoquímica

Autores

  • Aline Grunewald Nichele IFRS - Campus Porto Alegre
  • Kênya Silva dos Santos Moraes IFRS - Campus Porto Alegre
  • Fabiane Nunes da Silva IFRS - Campus Porto Alegre

DOI:

https://doi.org/10.22456/1679-1916.121370

Palavras-chave:

Ensino e aprendizagem de química, infográfico, atividade ótica

Resumo

Infográficos têm sido usados como um recurso para o ensino e aprendizagem. A criação de infográficos pelos estudantes estimula-os a encontrar e avaliar as informações, além de desafiá-los a apresentar essas informações de forma criativa, contribuindo para o aprendizado do tema em estudo. Nesse contexto, criamos uma prática pedagógica para ensino e aprendizagem de Química a ser aplicada no contexto da sala de aula presencial ou virtual, envolvendo o estudo da atividade ótica, tema que compõe os estudos de isomerismo e estereoquímica. Pretendendo-se melhorar a prática, considerando conjuntamente a planificação, a ação e a (auto)reflexão, essa estratégia constituiu-se numa pesquisa-ação. Neste artigo, relatamos a criação da prática pedagógica sobre atividade ótica envolvendo a produção de infográficos. A prática pedagógica foi aplicada a estudantes de disciplina de Química Orgânica composta por licenciandos da área de Ciências da Natureza. A avaliação da aprendizagem sobre o tema “atividade ótica”, no âmbito dos estudos da estereoquímica, foi realizada por meio de uma atividade na plataforma Kahoot, na qual os estudantes utilizaram os infográficos construídos como material de referência.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2021-12-28

Como Citar

GRUNEWALD NICHELE, A.; SILVA DOS SANTOS MORAES, K.; NUNES DA SILVA, F. Uma prática pedagógica apoiada na construção de infográficos para o ensino e aprendizagem de estereoquímica. RENOTE, Porto Alegre, v. 19, n. 2, p. 467–475, 2021. DOI: 10.22456/1679-1916.121370. Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/index.php/renote/article/view/121370. Acesso em: 2 fev. 2023.

Edição

Seção

Teorias educacionais aplicadas à TIC