Desenvolvimento e validação do aplicativo TEENSAÚDE um instrumento de apoio educacional em saúde para adolescentes

Autores

  • Italo Ricelly Braz UNIVASF
  • Ricardo Argenton Ramos UNIVASF
  • Adriana Gradela UNIVASF

DOI:

https://doi.org/10.22456/1679-1916.121358

Palavras-chave:

Educação em Saúde, Saúde do adolescente, Software

Resumo

Este trabalho teve como objetivo a criação e validação de um aplicativo para dispositivos móveis como instrumento de apoio no processo de educação em saúde para adolescentes. Tratou-se de um estudo com metodologia de desenvolvimento tecnológico leve-dura e dividida em duas etapas: a primeira consistiu na construção do aplicativo Teensaúde® como uma ferramenta de aprendizado, abordando diversas temáticas relacionadas à saúde do adolescente, através de telas interativas, interface abstrata com cores e imagens atraentes e uma linguagem de texto clara, baseada na caderneta do adolescente. A segunda etapa, referiu-se à validação do aplicativo por especialistas e pelo público-alvo, que responderam a um formulário online, contendo 17 questões, baseadas no Mobile App Rating Scal- MARS. Os dados foram analisados por mensuração do Índice de Validade de Conteúdo (IVC), considerando-se como ideal uma taxa de IVC > 0,78. O IVC global foi de 0,78 pelos especialistas e 0,84 pelo público-alvo, tendo sido ressalvados alguns pontos que serão posteriormente adaptados. Conclui-se que o aplicativo Teensaúde® pode ser utilizado como instrumento de educação em saúde para adolescentes, pois além de contribuir com a compreensão das informações desta temática, estimula o processo de autocuidado.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2021-12-28

Como Citar

RICELLY BRAZ, I.; ARGENTON RAMOS, R.; GRADELA, A. Desenvolvimento e validação do aplicativo TEENSAÚDE um instrumento de apoio educacional em saúde para adolescentes. RENOTE, Porto Alegre, v. 19, n. 2, p. 354–363, 2021. DOI: 10.22456/1679-1916.121358. Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/index.php/renote/article/view/121358. Acesso em: 30 jan. 2023.

Edição

Seção

Tecnologias móveis e mobile learning na formação