As percepções dos professores da educação básica sobre o uso de tecnologias digitais no ensino remoto emergencial

Autores

  • Sivaldo Joaquim Universidade Federal de Alagoas
  • Wilk Oliveira Universidade de São Paulo

DOI:

https://doi.org/10.22456/1679-1916.121190

Palavras-chave:

Ensino Remoto, Covid-19, Tecnologias Digitais, Educação Básica, Estudo Qualitativo

Resumo

O distanciamento social imposto pela Covid-19 impactou a rotina educacional, levando a necessidade de ter aulas remotas com o uso de tecnologias digitais. Diante disso, analisamos a percepção de 74 professores da Educação Básica sobre o uso de tecnologias digitais no ensino remoto emergencial. Por meio de uma pesquisa qualitativa com a aplicação de um questionário misto (questões abertas e fechadas), identificou-se i) a falta de domínio, ii) a inexistência de formação para o uso de ferramentas digitais no contexto educacional, ii) o baixo nível de aproximação com os estudantes e iv) a ausência de infraestrutura para a realização das tarefas pedagógicas nas aulas remotas. O estudo contribui para o desenvolvimento de políticas públicas com foco na formação inicial e continuada de professores.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2021-12-28

Como Citar

JOAQUIM, S.; OLIVEIRA, W. As percepções dos professores da educação básica sobre o uso de tecnologias digitais no ensino remoto emergencial. RENOTE, Porto Alegre, v. 19, n. 2, p. 81–90, 2021. DOI: 10.22456/1679-1916.121190. Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/index.php/renote/article/view/121190. Acesso em: 27 jan. 2023.

Edição

Seção

Jogos digitais aplicados ao ensino/aprendizagem