Características e potencialidades de jogos digitais para a estimulação cognitiva de idosos

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22456/1679-1916.118430

Palavras-chave:

Jogos, estimulação, potencialidades, idosos

Resumo

O uso de jogos digitais pode ser benéfico para o público idoso saudável por propiciar desafios ao mesmo tempo que o inclui nessas práticas digitais. Os benefícios estão relacionados à aprendizagem continuada e envelhecimento ativo dos idosos, visando prevenção e manutenção de funções cognitivas que geralmente sofrem uma perda natural no curso do desenvolvimento. No entanto, essas pesquisas acerca da mediação de jogos digitais para estimulação cognitiva de idosos não comumente trazem as características dos jogos que levariam a esses ganhos cognitivos e como analisá-las. Assim, o objetivo deste artigo é levantar características e potencialidades de jogos digitais para a estimulação cognitiva de um grupo de idosos da Universidade Aberta à Terceira Idade (UA TI) da Universidade do Estado da Bahia, Salvador/BA. Para tanto, foi feita uma análise de oito jogos digitais e suas características como modo de jogo, pontuações e mecanismos. Dessa forma, foi possível identificar as características
qualitativas e quantitativas necessárias para a estimulação cognitiva dos idosos. Conclui-se que os jogos escolhidos apresentam distintas estruturas e desafios que podem estimular cognitivamente os idosos, configurando-se como possibilidades de recursos para subsidiar práticas com esse público.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2021-07-28

Como Citar

DE FÁTIMA DÓREA LUCIANO, M.; VIEIRA SANTANA PEREIRA, J.; DE CARVALHO CERQUEIRA, L.; BARRETO BONFIM, C. Características e potencialidades de jogos digitais para a estimulação cognitiva de idosos. RENOTE, Porto Alegre, v. 19, n. 1, p. 217–226, 2021. DOI: 10.22456/1679-1916.118430. Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/index.php/renote/article/view/118430. Acesso em: 5 fev. 2023.

Edição

Seção

Jogos digitais aplicados ao ensino/aprendizagem