Videoaula Interativa como Material Potencialmente Significativo na Educação a Distância

Autores

  • Rosimere Silva Mogetti PPGCITED-CaVG-IFSul
  • Fernando Augusto Treptow Brod PPGCITED-CaVG-IFSul
  • João Ladislau Barbará Lopes PPGCITED-CaVG-IFSul

DOI:

https://doi.org/10.22456/1679-1916.106052

Palavras-chave:

Aprendizagem Significativa. H5P. Professor Formador. Videoaula Interativa. Material Didático Interativo.

Resumo

O trabalho buscou conhecer a percepção dos professores formadores do Departamento de Educação a Distância do Instituto Federal Sul-rio-grandense sobre o uso de videoaulas interativas como recurso de ensino. A pesquisa teve por objetivo geral compreender como estão sendo produzidas as videoaulas e de que maneira estão sendo utilizadas como recurso de ensino. A investigação foi feita por meio de um questionário elaborado com questões abertas e fechadas analisadas por meio da abordagem qualiquantitativa do Discurso do Sujeito Coletivo (DSC) de Lefévre e Lefévre sobre como ensinar através desse recurso e quais os principais obstáculos e dificuldades vivenciados pelos professores. Os professores mostraram-se frágeis diante da falta de capacitação oferecida para esse novo modo de ensinar, assim como apontaram a falta de uma equipe de apoio para seu trabalho, mas não deixaram de sublinhar sua disposição para a atualização dos seus conhecimentos. Os professores formadores, através de seus depoimentos, ofereceram exemplos valiosos trazidos de suas experiências com a Educação a Distância. Exemplos que demonstram o interesse que todos têm em obter alguma forma de interagir com o estudante que está em diversos tempo e lugar.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2020-07-31

Como Citar

SILVA MOGETTI, R.; AUGUSTO TREPTOW BROD, F.; LADISLAU BARBARÁ LOPES, J. Videoaula Interativa como Material Potencialmente Significativo na Educação a Distância. RENOTE, Porto Alegre, v. 18, n. 1, 2020. DOI: 10.22456/1679-1916.106052. Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/index.php/renote/article/view/106052. Acesso em: 4 dez. 2022.