Revista Eletrônica de Administração https://www.seer.ufrgs.br/index.php/read <p>A REAd - Revista Eletrônica de Administração, criada em 1995 e publicada pela <a href="/public/journals/110/docs/REGIMENTO-EA.pdf" target="_blank">Escola de Administração</a> da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, foi a primeira revista eletrônica da área na América Latina. A REAd é classificada como B1 na CAPES, e está na <a href="http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_serial&amp;pid=1413-2311&amp;lng=en&amp;nrm=iso" target="blank">Coleção SciELO</a> e na Redalyc.org. É uma publicação quadrimestral. Além dos três números anuais, podem ser publicadas edições temáticas especiais.</p><p>A REAd<em> </em>publica ensaios e trabalhos teórico-empíricos das diversas áreas da Administração. Acolhemos trabalhos das diversas vertentes onto-epistemológicas, com alta consistência teórica e rigor metodológico (quando for o caso).</p> Universidade Federal do Rio Grande do Sul pt-BR Revista Eletrônica de Administração 1980-4164 <p> O autor mantém os direitos autorais e autoriza a REAd a publicar o artigo no seu site ou em edições impressas, não implicando no pagamento de direitos autorais e de nenhuma outra taxa aos autores, e atesta que este artigo não foi publicado, até esta data, em nenhum periódico brasileiro.</p> <p><span style="font-family: 'Maiandra GD', sans-serif; font-size: 10pt; line-height: 115%;"> </span></p> Pensamento social e administração https://www.seer.ufrgs.br/index.php/read/article/view/128493 <p>Editoria do v. 28, n. 3, set. / dez. 2022 da REAd.</p> Paulo Emílio Matos Martins Paulo Ricardo Zilio Abdala Klever Efraín Naranjo Copyright (c) 2022 Paulo Emílio Matos Martins, Paulo Ricardo Zilio Abdala, Klever Efraín Naranjo https://creativecommons.org/licenses/by-nc/4.0/legalcode#languages 2022-12-14 2022-12-14 28 3 525 543 Consideraciones cerca de la ética en los estudios organizacionales críticos latinoamericanos https://www.seer.ufrgs.br/index.php/read/article/view/116409 <p>Este artículo busca en la figura literaria del Caliban contribuciones a los estudios organizacionales críticos en Latinoamérica. Eso se debe a la necesidad de cuestionar las fundaciones de este mismo campo epistémico a partir de los aportes de algunos elementos de una ética genuinamente dedicada a los problemas de la región. Para eso, realiza una aproximación entre la Ética de la Liberación y la teoría acerca de Caliban desarrollada por Fernández Retamar. El texto aporta al campo elementos de una crítica socialmente comprometida, necesarios en el tiempo en que vivimos, y al mismo tiempo responsable y ética. Uno de los planteamientos centrales es que no es posible pensar en un conocimiento crítico y en una ciencia superadora de la negación de la vida de los pueblos de la región sin reubicar quién somos los críticos y sin cambiar la relación Yo-Otro.</p> Guilherme Dornelas Camara Copyright (c) 2022 Guilherme Dornelas Camara https://creativecommons.org/licenses/by-nc/4.0/legalcode#languages 2022-12-14 2022-12-14 28 3 544 566 Inhumanidad, organización y subjetivación en la obra de Fernando Cruz Kronfly https://www.seer.ufrgs.br/index.php/read/article/view/120976 <p>Este artículo busca delinear los hallazgos que dan cuenta del pensamiento de Fernando Cruz Kronfly y su crítica a la teoría organizacional y administrativa contemporánea. El objetivo del estudio se centra en analizar los conceptos de Inhumanidad, Organizaciones y Subjetividad en el contexto del pensamiento administrativo, sobre los cuales ha volcado su crítica reflexiva nuestro autor. Para dar cumplimiento a este propósito, se analizó una entrevista en profundidad que conduce a la lectura de su obra, y la construcción de reseñas analíticas realizadas a más de quince documentos orientados al eje temático propuesto. El pensamiento de Fernando Cruz Kronfly crítica la realidad organizacional y administrativa que afianza y robustece los discursos del rendimiento maximalista de un capitalismo que viola la humanidad en el trabajo. Con el estudio se logra mostrar las diferentes problematizaciones y algunos de los principales aportes a la teoría organizacional latinoamericana, en especial, aquella que ha sido capaz de ver las fragilidades de las conceptualizaciones que soportan los humanismos administrativos de fachada.</p> William Rojas Rojas Diego Hernán Varón Rojas Ximena Giraldo Villano Copyright (c) 2022 William Rojas Rojas, diego hernán varón rojas, Ximena Giraldo Villano https://creativecommons.org/licenses/by-nc/4.0/legalcode#languages 2022-12-14 2022-12-14 28 3 567 587 Práctica y metodología de co-labor en las organizaciones https://www.seer.ufrgs.br/index.php/read/article/view/120550 <p>En este artículo se presenta el proceso discursivo que precisa la definición de categorías interpretativas de una investigación realizada desde una metodología de co-labor en el marco de la transmodernidad organizacional. A partir de ello, se pone a debate la universalidad de los principios de la productividad y la eficiencia como orientadores que dan sentido a la organización moderna, a la vez que se sostiene la existencia de ejes articuladores propios de los colectivos autogestivos. Para ello se aborda la experiencia de la Red de Huertos Educativos y Comunitarios de Xalapa, Veracruz, México, la cual se organiza como comunidad afectiva a partir de principios comunales del organizarse desde el territorio con las y los otros y para las y los otros.</p> Giovanna Mazzotti Pabello Kay Nicte Nava Nasupcialy Copyright (c) 2022 GIOVANNA MAZZOTTI PABELLO, Kay Nicte Nava Nasupcialy https://creativecommons.org/licenses/by-nc/4.0/legalcode#languages 2022-12-14 2022-12-14 28 3 588 616 Los debates académicos sobre el Estado y la administración pública y el tipo de Estado predominante en Argentina (1990-2018) https://www.seer.ufrgs.br/index.php/read/article/view/120451 <p>La presente propuesta – fundamentalmente de carácter descriptivo – tiene como objetivo reflexionar acerca de las vinculaciones entre la tendencia de los debates académicos en Argentina y en el período 1990-2018; y el tipo de Estado predominante. Para ello, en primera instancia, se caracterizarán las orientaciones temáticas (burocracia, reforma del Estado y administrativa, fiscalidad estatal, políticas públicas, regulación y control de los servicios públicos, empresas públicas, entre otros) que han tenido las discusiones y debates sobre el Estado y la administración pública en el ámbito académico en Argentina en el período mencionado. Período que se ha caracterizado por diferentes tipos de Estado: primero, el Estado neoliberal y posteriormente, el Estado neodesarrollista e intervencionista en lo económico y social, conectados por un Estado considerado transicional como el que se extendió entre 2001 y 2003. Para el logro de este objetivo, se relevaron y clasificaron trabajos académicos de diversas bases de datos correspondientes a revistas científicas del campo de la Ciencia Política y la Administración Pública; bibliotecas especializadas; y ponencias presentadas en congresos de la especialidad.</p> Gabriela Mansilla Copyright (c) 2022 Gabriela Mansilla https://creativecommons.org/licenses/by-nc/4.0/legalcode#languages 2022-12-14 2022-12-14 28 3 617 645 Paulo Freire e Amílcar Cabral https://www.seer.ufrgs.br/index.php/read/article/view/120361 <p>Paulo Freire foi para a Guiné-Bissau em 1976. Amílcar Cabral havia sido assassinado em janeiro de 1973. O encontro de Paulo Freire com Amílcar Cabral se deu pelo estudo de seus textos, por entrevistas que realizou e pelas aprendizagens com um povo que tentava assumir seu papel como sujeito de sua história. A influência de Frantz Fanon e de Albert Memmi já se encontrava em “Pedagogia do Oprimido”; no entanto, o tema da libertação ainda se localizava na relação entre consciência e ideologia. O encontro com Amílcar Cabral, e com o povo da Guiné, levou Paulo Freire a uma revisão da proposição de que a transformação da realidade pode ocorrer através da “reforma interna” dos seres humanos. As relações do mundo do trabalho e do sistema produtivo adquiriram centralidade e, portanto, educação e trabalho passaram a se constituir em uma unidade. Outro tema no qual se expressam influências e afinidades se refere a considerar que a luta pela libertação é um fato cultural e um fator de cultura. O encontro entre esses dois pedagogos do anticolonialismo e sua apropriação crítica e criativa do marxismo à práxis, aporta contribuições para, entre tantas outras, problematizar o modismo de abordagens descoloniais meramente epistemológicas e superar os limites de abordagens que essencializam a dimensão cultural.</p> Maria Ceci Misoczky Copyright (c) 2022 Maria Ceci Misoczky https://creativecommons.org/licenses/by-nc/4.0/legalcode#languages 2022-12-14 2022-12-14 28 3 546 661 Trabalho e saúde no setor bancário https://www.seer.ufrgs.br/index.php/read/article/view/120473 <p>Objetivou-se analisar os elementos da determinação do processo de trabalho do setor financeiro brasileiro nas manifestações de saúde-doença dos seus trabalhadores e das suas trabalhadoras sob a reprodução ampliada do capital. O resgate do pensamento desenvolvido pela Medicina Social Latino-Americana (MSLA), particularmente o da Escola de Xochimilco, que agregou pesquisadoras e pesquisadores marxistas no debate da relação trabalho e saúde nas décadas de 1970 e 1980, permitiu analisar os dados quantitativos e qualitativos coletados na pesquisa. Entrevistas e análises documentais de relatórios foram utilizadas para identificar, nas funções do dinheiro no sistema capitalista, o germe do caráter adoecedor do setor. É dele que se desenvolve a necessidade da digitalização dos processos de trabalho, a consequente intensificação da gestão por metas e a constituição de cargas digitais. Concluímos que a luta pela saúde dos trabalhadores e das trabalhadoras do setor bancário passa necessariamente por superar as condições concretas que sustentam o fetichismo do dinheiro.</p> Deise Luiza Ferraz Bruno Souza Bechara Maxta Copyright (c) 2022 Deise Luiza Ferraz, Bruno Souza Bechara Maxta https://creativecommons.org/licenses/by-nc/4.0/legalcode#languages 2022-12-14 2022-12-14 28 3 662 696 A administração política de Roberto Simonsen e a ideologia da terceira via no capitalismo atrófico brasileiro https://www.seer.ufrgs.br/index.php/read/article/view/117915 <p>O objetivo do presente artigo é apresentar a propositura de administração política de Roberto Simonsen como variante da ideologia da terceira via. Para tanto, utilizou-se os fundamentos materialistas da determinação social do pensamento que reconhece não apenas as condições concretas, como pressupostos objetivos para as formações ideais, como também sublinha a particularidade dos casos específicos. Assim, o ideário de Simonsen, extraído dos seus textos entre 1919 e 1947, foi considerado a partir dos traços semicoloniais do Brasil de então. As conclusões apontam para aspectos progressivos e regressivos na propositura de Simonsen, salientando que a ideologia da terceira via foi adaptada às condições nacionais à luz das aspirações industrialistas.</p> <p> <br /><br /></p> Elcemir Paço Cunha Leandro Theodoro Guedes Copyright (c) 2022 Elcemir Paço Cunha, Leandro Theodoro Guedes https://creativecommons.org/licenses/by-nc/4.0/legalcode#languages 2022-12-14 2022-12-14 28 3 697 730 Real options theory and classification of patients by diagnosis related groups https://www.seer.ufrgs.br/index.php/read/article/view/112334 <p>In a complex environment, the managers of hospital organizations should take hard decisions all the time. Therefore, tools and techniques, which seek to understand the past and project the future, are very important. In some situations, the complexity encountered requires the transfer of knowledge from other areas, to find solutions and develop tools that provide efficient management of resources. In this scenario, this article has the main objective to present a theoretical discussion that brings the relationship between the Theory of Real Options and the Diagnosis Related Groups, to identify possible points that underlie the use of real options in Diagnosis Related Groups. The results demonstrate that, with the patient’s condition as the focus, both are applied in the hospital environment with the objective of supporting decision-making, but not together. In addition, the differences observed make the combination of some of its concepts relevant for decision-making.</p> Milena de Cássia Rocha Márcio Augusto Gonçalves Yuri Lawryshyn Copyright (c) 2022 MILENA DE CÁSSIA ROCHA, Márcio Augusto Gonçalves, Yuri Lawryshyn https://creativecommons.org/licenses/by-nc/4.0/legalcode#languages 2022-12-14 2022-12-14 28 3 731 753 Desempenho da gestão hospitalar por parcerias público-privadas no Sistema Único de Saúde https://www.seer.ufrgs.br/index.php/read/article/view/122332 <p>O objetivo do estudo foi comparar indicadores de desempenho dos hospitais com gestão por Parceria Público-Privada versus hospitais de mesmo porte com outros modelos de gestão vinculados ao Sistema Único de Saúde. Trata-se de estudo descritivo, com base em dados secundários do Sistema de Internações Hospitalares e do Cadastro Nacional dos Estabelecimentos de Saúde, no biênio 2018-2019, que avaliou os 3 hospitais com gestão por Parceria Público-Privada no país: Hospital do Subúrbio, Instituto Couto Maia, ambos na Bahia, e o Hospital Metropolitano Doutor Célio de Castro em Minas Gerais. Cada hospital foi comparado com outros três hospitais de mesma tipologia, e porte semelhante, situados na mesma unidade da federação. Os indicadores avaliados foram: tempo médio de permanência, taxa de ocupação de leitos, taxa de mortalidade hospitalar e valor médio da internação. Os resultados dos hospitais geridos por Parceria Público-Privada não se mostraram superiores em relação aos hospitais comparados, sendo que no caso do Instituto Couto Maia o desempenho foi superior apenas na taxa de ocupação de leitos, do Hospital do Subúrbio no tempo médio de permanência, e o Hospital Metropolitano Doutor Célio de Castro não se mostrou superior em nenhum indicador. O valor médio da internação foi apresentado como um parâmetro, pois o valor efetivamente pago pelos governos às Parcerias Público-Privadas foi maior.</p> Fernanda dos Santos Fernandes Ronaldo Bordin Copyright (c) 2022 Fernanda dos Santos Fernandes, Ronaldo Bordin https://creativecommons.org/licenses/by-nc/4.0/legalcode#languages 2022-12-14 2022-12-14 28 3 754 769 “Confesso que...” https://www.seer.ufrgs.br/index.php/read/article/view/124458 <p>O objetivo do artigo é explicar como barreiras percebidas na carreira impactaram o autogerenciamento de carreira de estudantes de uma universidade pública no contexto da pandemia da Covid-19. Seguindo uma abordagem qualitativa, foi adotada a pesquisa documental como estratégia metodológica ao partir da coleta de postagens da página “<em>Segredos</em>”, na rede social <em>Facebook</em>, que é um espaço de discussões da comunidade acadêmica. Os dados foram codificados, analisados e orientados pela análise de conteúdo com categorização temática <em>a</em> <em>posteriori</em>. Foram obtidas as seguintes<strong> c</strong>ategorias temáticas: barreiras percebidas na carreira e autogerenciamento de carreira. Os resultados apontaram que diante do contexto atípico de crises contextuais, os estudantes percebem inúmeras barreiras externas (educação, economia, política, restrições financeiras e condição familiar) e internas (saúde mental). Com a pandemia, o autogerenciamento de carreira se tornou mais intenso e complexo, por meio do qual os estudantes realizam ações de enfrentamento das barreiras percebidas.</p> Mariana Ramos de Melo José Edemir da Silva Anjo Rosiane da Silva Viana Bolzan Priscilla de Oliveira Martins da Silva Copyright (c) 2022 Mariana Ramos de Melo, José Edemir da Silva Anjo, Rosiane da Silva Viana Bolzan, Priscilla de Oliveira Martins da Silva https://creativecommons.org/licenses/by-nc/4.0/legalcode#languages 2022-12-14 2022-12-14 28 3 770 800