DILEMAS DO AGRONEGÓCIO: AMPLIAR OU NÃO A COMERCIALIZAÇÃO DE GRÃOS?

Autores

  • Tatiane Bento da Costa Universidade Federal de Uberlândia
  • Juliana Xavier de Castro Universidade Federal de Uberlândia
  • João Paulo Gomes Barbosa Universidade Federal de Uberlândia
  • Edvalda Araujo Leal Universidade Federal de Uberlândia - Programa de Pós Graduação em Ciências Contábeis

Palavras-chave:

Custos, Estatística, Métodos Quantitativos, Interdisciplinaridade.

Resumo

A empresa GRAN Agro, no final do ano de 2014, tinha como meta definir novas estratégias a serem adotadas na área de comercialização de grãos. Antônio Silveira, Chief Executive Officer (CEO), foi pressionado fortemente pelos acionistas da organização em uma reunião estratégica. Os mesmos cobraram do CEO melhores resultados financeiros, tendo em vista que eles desejam maiores lucros, incluindo o aumento das distribuições de dividendos, para que a empresa se torne mais atrativa aos investidores no mercado. Analisando então esse desafio e a trajetória de negócios da empresa, bem como pesquisando o cenário do mercado de agronegócios brasileiro e internacional, Antônio verificou que havia chegado o momento de a GRAN Agro ampliar sua atuação no mercado de grãos. Assim, ele optou por analisar a viabilidade de comercialização do milho, pois considerou que esse tenderia a se manter como excelente alternativa de produção no Brasil. Além disso, poderia ser aproveitada a infraestrutura que a empresa já possuía, existindo, ainda, a opção de exportação, dependendo das condições econômicas do cenário mundial, haja vista que o milho é um grão bastante consumido. O desafio do CEO é verificar a viabilidade da comercialização desse grão. Para isso, ele contará com o auxilio da diretora financeira e o diretor de operações, em conjunto com suas equipes, para analisar informações sobre o mercado do ‘milho safrinha’ em três principais estados brasileiros, envolvendo custos e despesas. O objetivo será analisar a viabilidade da escolha do mercado para adquirir o milho para a comercialização da GRAN Agro. Os diretores envolvidos deverão utilizar métodos quantitativos para analisar o mercado (estado) que trará melhores resultados.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Tatiane Bento da Costa, Universidade Federal de Uberlândia

Mestranda em Ciências Contábeis pela Universidade Federal de Uberlândia

Juliana Xavier de Castro, Universidade Federal de Uberlândia

Mestranda em Ciências Contábeis da Universidade Federal de Uberlândia

João Paulo Gomes Barbosa, Universidade Federal de Uberlândia

Mestrando em Ciências Contábeis pela Universidade Federal de Uberlândia

Edvalda Araujo Leal, Universidade Federal de Uberlândia - Programa de Pós Graduação em Ciências Contábeis

Doutora em Administração pela Fundação Getúlio Vargas - FGV/SP;  mestre em Ciências Contábeis pela PUC/SP; professora adjunta da Universidade Federal de Uberlândia/ Faculdade de Ciências Contábeis.

Downloads

Publicado

2017-08-07

Como Citar

Costa, T. B. da, Castro, J. X. de, Barbosa, J. P. G., & Leal, E. A. (2017). DILEMAS DO AGRONEGÓCIO: AMPLIAR OU NÃO A COMERCIALIZAÇÃO DE GRÃOS?. Revista Eletrônica De Administração, 23(2), 225–257. Recuperado de https://www.seer.ufrgs.br/index.php/read/article/view/62143