COMUNIDADES DE PRÁTICA COMO MEIO DE DESENVOLVIMENTO PROFISSIONAL DE GRUPOS EM SITUAÇÃO DE VULNERABILIDADE SOCIAL

Autores

  • Gisele Hidalgo Universidade do Vale dos Sinos
  • Amarolinda Klein Universidade do Vale dos Sinos

Palavras-chave:

comunidades de prática, mídia social, desenvolvimento profissional, vulnerabilidade social,

Resumo

A criação de vínculos sociais em meio digital pode colaborar para a aprendizagem, apoio mútuo e valores compartilhados em determinados grupos sociais. Este artigo apresenta os resultados de um estudo que buscou compreender como uma comunidade de prática criada na mídia social Facebook® pode ser utilizada para o desenvolvimento profissional de indivíduos que pertencem a grupos em situação de vulnerabilidade social. O método de pesquisa empregado foi a Design Research, por meio da qual se criou e testou um artefato - uma metodologia para a criação de uma comunidade de prática em mídia social (Facebook®). A comunidade foi criada por um grupo de jovens com perfil sócio vulnerável que realizavam um curso técnico profissionalizante em uma unidade do SENAI. Os resultados do estudo apontam que o Facebook® possui as ferramentas necessárias para dar apoio à interação e aprendizagem em uma comunidade de prática, porém, outros fatores, como a ausência de lideranças, a necessidade do contato face a face e o uso de outras mídias (como aplicativos móveis) para interação, limitações na habilidade de escrita dos participantes e o narcisismo, comportamento característico no Facebook®, entre outros, afetaram o nível de desenvolvimento da comunidade de prática criada nessa mídia.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2017-11-13

Como Citar

Hidalgo, G., & Klein, A. (2017). COMUNIDADES DE PRÁTICA COMO MEIO DE DESENVOLVIMENTO PROFISSIONAL DE GRUPOS EM SITUAÇÃO DE VULNERABILIDADE SOCIAL. Revista Eletrônica De Administração, 23, 93–125. Recuperado de https://www.seer.ufrgs.br/index.php/read/article/view/61689