DA INSERÇÃO AO EMPODERAMENTO: ANÁLISE DA TRAJETÓRIA DE DIRETORAS DE INSTITUIÇÕES PRIVADAS DE ENSINO SUPERIOR DE BELO HORIZONTE

Autores

  • Míriam Rabelo Gontijo Centro Universitário UniHorizontes

Palavras-chave:

Mercado Educacional. Mulher. Teto de vidro. Empoderamento.

Resumo

Este estudo se propôs a analisar as relações de poder e gênero no setor educacional, por meio de pesquisa bibliográfica e análise de relatos de histórias de vida de diretoras de Instituições de Ensino Superior  privadas. É de conhecimento geral que a mulher é bem aceita para trabalhar no ramo da educação, o que pode ser explicado por meio de uma análise temporal de sua entrada no mercado de trabalho. No entanto, ao subir um pouco a escala das hierarquias, principalmente nas instituições de ensino superior, percebe-se que, pouco a pouco, seus lugares passam a ser ocupados por homens que, em grande parte das situações, estão no comando e são os responsáveis pelas principais tomadas de decisões que dizem respeito ao futuro das instituições. Neste estudo, três diretoras de instituições de ensino superior privadas pertencentes a grupos educacionais e alocadas em Belo Horizonte, Minas Gerais, foram convidadas a compartilhar um pouco de sua trajetória rumo ao empoderamento. Constatou-se, ao final do estudo, que, embora as três diretoras estejam adiantadas em seu processo de empoderamento, situações cotidianas mostram a existência de um “teto de vidro” construído por meio de um preconceito velado no ramo educacional.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Míriam Rabelo Gontijo, Centro Universitário UniHorizontes

Mestranda em Administração pela Faculdade Novos Horizontes.

Downloads

Publicado

2017-11-13

Como Citar

Gontijo, M. R. (2017). DA INSERÇÃO AO EMPODERAMENTO: ANÁLISE DA TRAJETÓRIA DE DIRETORAS DE INSTITUIÇÕES PRIVADAS DE ENSINO SUPERIOR DE BELO HORIZONTE. Revista Eletrônica De Administração, 23, 126–157. Recuperado de https://www.seer.ufrgs.br/index.php/read/article/view/59314