O TRABALHADOR COM DEFICIÊNCIA NA ORGANIZAÇÃO: UM ESTUDO SOBRE O TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO E A ADEQUAÇÃO DAS CONDIÇÕES DE TRABALHO

Autores

  • Andréa Maria de Carvalho Maia Universidade Federal de São João del-Rei – São João del-Rei, MG
  • Maria Nivalda de Carvalho-Freitas Universidade Federal de São João del-Rei – São João del-Rei, MG

Palavras-chave:

Deficiência, inclusão, T&D, tecnologia assistiva, qualificação profissional

Resumo

Mesmo apoiados por leis que medeiam a inclusão da diversidade, ainda é difícil o acesso de pessoas com deficiência (PcDs) ao espaço laboral, o que muitas vezes é justificado pela baixa qualificação profissional delas ou dificultado pelas práticas adotadas pelas empresas. A pesquisa investigou as PcDs e os profissionais de recursos humanos e de segurança no trabalho de duas empresas para avaliar como é realizada a inserção das PcDs dentro das organizações mediante o treinamento e desenvolvimento (T&D) e sua adaptação ao ambiente de trabalho, considerando que já se passaram 23 anos da aprovação da Lei de Cotas no Brasil. Os resultados demonstram que a Lei de Cotas e o tipo de deficiência ainda influenciam no processo de contratação. Os programas de T&D adotados não utilizam estratégias metodológicas ou tecnologias assistivas para garantir igualdade de oportunidades para as PcDs. São realizados preferencialmente treinamentos on-the-job. Nem todos os respondentes reconhecem a qualificação profissional como fundamental no momento da contratação, principalmente porque a contratação de PcDs é eminentemente para funções operacionais. Por outro lado, grande parte dos trabalhadores com deficiência se sente satisfeita e valorizada no seu trabalho. As adaptações no ambiente e o uso de tecnologias assistivas foram reconhecidos como importantes para o desempenho desse grupo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2015-12-23

Como Citar

de Carvalho Maia, A. M., & de Carvalho-Freitas, M. N. (2015). O TRABALHADOR COM DEFICIÊNCIA NA ORGANIZAÇÃO: UM ESTUDO SOBRE O TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO E A ADEQUAÇÃO DAS CONDIÇÕES DE TRABALHO. Revista Eletrônica De Administração, 21(3), 689–718. Recuperado de https://www.seer.ufrgs.br/index.php/read/article/view/54834

Edição

Seção

Estudos de Caso