ANÁLISE DE INVESTIMENTO DO SISTEMA DE CULTIVO DE ARROZ PRÉ-GERMINADO EM RELAÇÃO AO CULTIVO CONVENCIONAL: UM ESTUDO DE CASO NA DEPRESSÃO CENTRAL DO RIO GRANDE DO SUL

Autores

  • Alessandro Porporatti Arbage Universidade Federal de Santa Maria - UFSM
  • Renato Santos de Souza Universidade Federal de Santa Maria - UFSM

Palavras-chave:

sistema de produção, cultivo de arroz pré-germinado e convencional

Resumo

Este trabalho teve como objetivo a análise dos investimentos necessários à alteração do sistema de produção convencional de arroz irrigado para o sistema pré-germinado, em uma propriedade rural situada na Depressão Central do estado do Rio Grande do Sul. Foram calculados os principais indicadores de rentabilidade recomendados pela teoria financeira, como a Taxa Interna de Retorno, o Valor Presente Líquido e o Payback com e sem desconto. A metodologia adotada no trabalho foi a partir da análise do fluxo de caixa diferencial entre o sistema de cultivo pré-germinado e o cultivo convencional. Foram estimados os investimentos necessários à implantação do cultivo pré-germinado e analisado o fluxo de caixa diferencial para um período de 10 anos. Os resultados mostraram que o sistema pré-germinado é efetivamente mais eficiente em termos de custos e receitas que o cultivo convencional pois proporcionou um Valor Presente Líquido positivo (R$ 26.572,77), uma Taxa Interna de Retorno da ordem de 22%, sendo que o Payback com desconto foi de 6,11 anos.  

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Alessandro Porporatti Arbage, Universidade Federal de Santa Maria - UFSM

Downloads

Publicado

2014-04-04

Como Citar

Porporatti Arbage, A., & Santos de Souza, R. (2014). ANÁLISE DE INVESTIMENTO DO SISTEMA DE CULTIVO DE ARROZ PRÉ-GERMINADO EM RELAÇÃO AO CULTIVO CONVENCIONAL: UM ESTUDO DE CASO NA DEPRESSÃO CENTRAL DO RIO GRANDE DO SUL. Revista Eletrônica De Administração, 8(2). Recuperado de https://www.seer.ufrgs.br/index.php/read/article/view/46250