DA ESTRATÉGIA COMPETITIVA À ESTRATÉGIA DE MANUFATURA: UMA ABORDAGEM TEÓRICA

Autores

  • Marconi Edson Esmeraldo Albuquerque Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico – Brasília, DF/Brasil
  • Francisco Antonio Cavalcanti da Silva Universidade Federal da Paraíba - João Pessoa, PB

Palavras-chave:

Estratégia Empresarial, Gestão Estratégica da Produção, Estratégia de Manufatura

Resumo

Diante da intensificação da competição empresarial, a definição de estratégias e seu conseqüente planejamento constituem necessidades básicas das organizações. A estratégia funciona como guia ou referencial, cujo papel é amparar a administração na solução de determinados problemas e alcance de metas estabelecidas. Todavia, o elemento-chave para estes ganhos, de forma sustentada, é a consecução de uma vantagem competitiva, que pode estar em qualquer uma de suas áreas funcionais (manufatura, marketing, p&d, etc.). Segundo Hayes & Wheelwright (1984), tem havido um crescente reconhecimento de que a manufatura pode ser uma excelente “arma” competitiva, desempenhando, assim, decisivo papel na criação de vantagens competitivas difíceis de imitação pelos concorrentes, o que viabiliza a consecução dos objetivos competitivos da organização. Entretanto, a chave para isto é o desenvolvimento e a implementação de uma estratégia de manufatura consistente com a estratégia competitiva da empresa. Este trabalho apresenta uma análise teórica acerca da estratégia competitiva e seu relacionamento com a estratégia de manufatura.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2014-04-04

Como Citar

Esmeraldo Albuquerque, M. E., & Cavalcanti da Silva, F. A. (2014). DA ESTRATÉGIA COMPETITIVA À ESTRATÉGIA DE MANUFATURA: UMA ABORDAGEM TEÓRICA. Revista Eletrônica De Administração, 8(2). Recuperado de https://www.seer.ufrgs.br/index.php/read/article/view/44265