VOLUNTARIADO E APRENDIZAGEM NAS ORGANIZAÇÕES: INTERAÇÕES NO ALBERGUE JOÃO PAULO II

Autores

  • Leandro Rogério Pinheiro Faculdades de Taquara - Taquara, RS

Palavras-chave:

Voluntariado, comunidade de prática, aprendizagem nas organizações

Resumo

Desde meados dos anos 90, iniciativas de valorização/promoção da ação voluntária têm sido desencadeadas no Brasil, priorizando o desenvolvimento de voluntariado organizado, modalidade de ação que articula saberes administrativos-empresariais à prática voluntária. Considerando, então, as relações entre voluntários e gestores de voluntariado, procurou-se identificar como tem se constituído a comunidade de prática no Albergue João Paulo II, de modo a evidenciar rupturas nas atividades da entidade, como resultados de aprendizagem organizacional. Através da análise de documentos, da observação das práticas voluntárias instauradas e de entrevistas com os agentes alocados, foi possível constatar a articulação entre o ideal/militância dos gestores  (formação calabriana) e alguns dos conhecimentos disponibilizados na ação voluntária, que, ao constituir visão compartilhada, tem ampliado os serviços prestados pela organização.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2013-12-17

Como Citar

Pinheiro, L. R. (2013). VOLUNTARIADO E APRENDIZAGEM NAS ORGANIZAÇÕES: INTERAÇÕES NO ALBERGUE JOÃO PAULO II. Revista Eletrônica De Administração, 8(3). Recuperado de https://www.seer.ufrgs.br/index.php/read/article/view/44252