MOTIVAÇÃO DOS RECURSOS HUMANOS NO SERVIÇO PÚBLICO Um Estudo de Caso sob Dois Ângulos Teóricos

Autores

  • Alcindo Arcenio Pinheiro Gomes Universidade Federal Fluminense - Niterói, RJ
  • Osvaldo Luiz Gonçalves Quelhas Universidade Federal Fluminense - Niterói, RJ

Palavras-chave:

Recursos humanos, satisfação, motivação, gestão organizacional,

Resumo

Este artigo apresenta um estudo da satisfação e da motivação dos funcionários de uma organização pública federal em que se adotou duas linhas de interpretação: uma, fundamentada na teoria das necessidades de Maslow e outra, na teoria da motivação-higiene de Herzberg. Seus resultados indicam: 1) que a propensão dos funcionários para manifestar comportamentos adequados aos objetivos organizacionais está sendo influenciada, em termos relativos, positivamente pela satisfação referente às necessidades sociais e de auto-realização e negativamente pela insatisfação concernente às necessidades fisiológicas, de segurança e de estima; 2) que, na motivação para o trabalho, o fator que mais está contribuindo é realização e os de menor contribuição são progresso funcional e crescimento pessoal; 3) que os fatores higiênicos remuneração, segurança e políticas e administração são os que mais fortemente estão acentuando a insatisfação no trabalho, enquanto o fator relacionamento interpessoal é o que mais está contribuindo para evitar essa insatisfação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2013-09-16

Como Citar

Arcenio Pinheiro Gomes, A., & Luiz Gonçalves Quelhas, O. (2013). MOTIVAÇÃO DOS RECURSOS HUMANOS NO SERVIÇO PÚBLICO Um Estudo de Caso sob Dois Ângulos Teóricos. Revista Eletrônica De Administração, 9(5). Recuperado de https://www.seer.ufrgs.br/index.php/read/article/view/42647