APRENDIZAGEM EM UMA EMPRESA DE CERÂMICA DE REVESTIMENTO BRASILEIRA

Autores

  • Suzana da Rosa Tolfo Universidade Federal de Santa Catarina - Florianópolis, SC
  • Valmíria Carolina Piccinini Universidade Federal do Rio Grande do Sul – Porto Alegre, RS

Palavras-chave:

Aprendizagem organizacional, competências, inovação, estratégias,

Resumo

O artigo apresenta os resultados de uma pesquisa (estudo de caso), desenvolvida em uma empresa (seis fábricas) de cerâmica de revestimento líder em inovação no país (Brasil).  O objetivo da investigação foi descrever e analisar as práticas voltadas à  aprendizagem organizacional identificadas pelos gerentes e trabalhadores e a adoção de estratégias voltadas à gestão por competências.  Os conteúdos indicam que a concepção de “Learning Organization” dentre os gerentes está fortemente relacionada à concepção de um ciclo contínuo, que envolve desenvolvimento em diferente áreas e inclui conhecimentos, habilidades e atitudes. A principal forma de aprendizagem entre os operários é decorrente das próprias situações de trabalho, dos treinamentos voltados à formação técnica e da escolaridade. A constatação desses limites fez com que a empresa iniciasse uma pesquisa junto a clientes internos e externos de modo a alavancar um projeto de aprendizagem e inovação mais consistente. Com base nos conteúdos coletados, depreende-se que a aprendizagem organizacional apresenta um ciclo  limitado a aprender a fazer (operários) e a pensar sobre as práticas adotadas (gerentes), o que denota a predominância da aprendizagem individual.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2013-09-10

Como Citar

da Rosa Tolfo, S., & Carolina Piccinini, V. (2013). APRENDIZAGEM EM UMA EMPRESA DE CERÂMICA DE REVESTIMENTO BRASILEIRA. Revista Eletrônica De Administração, 10(1). Recuperado de https://www.seer.ufrgs.br/index.php/read/article/view/42553