ASTROS DO BASEBALL SÃO BENEFICIADOS PELO ESCRUTÍNIO PÚBLICO: ALTOS FUNCIONÁRIOS TAMBÉM?

Autores

  • Gustavo González Universidad de los Andes - Bogotá, Colômbia
  • Juan Francisco García Illinois State University - Illinois, USA

Palavras-chave:

Governança corporativa, Compensação executiva, Mensuração de integridade, Ética nos negócios, Cultura esportiva,

Resumo

Este trabalho discute uma questão ética atual no mundo dos negócios nos EUA, que diz respeito ao comportamento profissional de alguns funcionários de alto escalão. Reduzir a ação a parâmetros mensuráveis é interpretado como um atributo predominante na cultura norte-americana, onde uma atividade como a gestão abandonou seu caráter administrativo e fiduciário por outro onde a mensuração da ação torna-se seu traço mais relevante. Isto reforça uma cultura de superastros para os funcionários de alto escalão, bem como para outras profissões e atividades: jogadores de baseball entre outros, que embolsam gratificações numa base de sete a oito algarismos, a exemplo de alguns CEOs (Chief Executive Officers). Esta é a razão pela qual fazemos uma analogia entre práticas de avaliação de desempenho presentes neste esporte tão popular nos EUA, onde a mensuração do desempenho individual e em grupo é essencial, e aquelas normalmente empregadas para avaliar as realizações dos CEOs. Ainda que possa parecer que eles têm responsabilidades muito diversas (um enriquece, o outro agrada os fãs), a longo prazo um ótimo jogador também trará altos lucros a seu time. Alguns jogadores e altos funcionários instáveis podem avançar profissionalmente e, no auge de suas carreiras, decepcionar fãs, diretores e investidores. Isto revela que o sucesso, quando reduzido a meros indicadores de desempenho mensurável, não endossa comportamento moral aceitável presente ou futuro. Negócios e esportes não estão livres de ganância, vaidade e decepção. No entanto, o escrutínio público ajuda a mitigar o comportamento inaceitável de superastros. Finalmente, noções sobre a avaliação de desempenho de estudantes universitários como fator de influência sobre futuras práticas de avaliação de desempenho no trabalho esboçam uma agenda para pesquisa empírica no futuro. Investigar a essência da avaliação de desempenho no mundo do esporte pode sinalizar temas futuros interessantes para pesquisa multicultural no mundo do trabalho.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2013-09-09

Como Citar

González, G., & Francisco García, J. (2013). ASTROS DO BASEBALL SÃO BENEFICIADOS PELO ESCRUTÍNIO PÚBLICO: ALTOS FUNCIONÁRIOS TAMBÉM?. Revista Eletrônica De Administração, 10(2). Recuperado de https://www.seer.ufrgs.br/index.php/read/article/view/42507