APLICAÇÃO DE UM NOVO MODELO DE ANÁLISE DE RISCO NA BOVESPA: O D-CAPM

Autores

  • Pierre Lucena Universidade Federal de Pernambuco – Recife, PE
  • Luiz Felipe Jacques da Motta Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro - Rio de Janeiro, RJ

Palavras-chave:

CAPM, D-CAPM, BOVESPA, semidesvio, downside risk, mercados emergentes

Resumo

O presente trabalho tem como objetivo apresentar uma nova modelagem de avaliação de risco, alternativa ao Modelo CAPM, aplicada no mercado de capitais brasileiro, conhecida como D-CAPM. O modelo considera como risco apenas a parte negativa dos retornos, já que os agentes preferem receber retornos mais positivos. Os resultados encontrados demonstram que os dois modelos apresentam resultados inconsistentes quando aplicados ao mercado acionário brasileiro, pois ferem um dos principais pressupostos da teoria financeira, que diz que os investimentos mais arriscados devem apresentar históricos de retornos mais elevados. As conclusões do trabalho também indicam que o modelo não apresenta a mesma eficácia quando aplicados a mercados que também apresentam problemas com o Modelo CAPM tradicional.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Pierre Lucena, Universidade Federal de Pernambuco – Recife, PE

Luiz Felipe Jacques da Motta, Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro - Rio de Janeiro, RJ

Downloads

Publicado

2013-08-06

Como Citar

Lucena, P., & Jacques da Motta, L. F. (2013). APLICAÇÃO DE UM NOVO MODELO DE ANÁLISE DE RISCO NA BOVESPA: O D-CAPM. Revista Eletrônica De Administração, 10(5). Recuperado de https://www.seer.ufrgs.br/index.php/read/article/view/41673