QUESTÕES PARA UM MODELO DE ESTABILIDADE NOS ACORDOS DE COOPERAÇÃO

Autores

  • Paulo Antônio Zawislak Universidade Federal do Rio Grande do Sul - Porto Alegre, RS

Palavras-chave:

Competição e cooperação, estabilidade de cooperação, alianças estratégicas, redes, cooperatividade

Resumo

Na era da hiper-competição, ao invés de meramente lidar com capacidades tecnológicas dinâmicas, espera-se que as empresas possuam capacidades de relacionamento. A cooperação parece surgir como uma opção geral para a competitividade. Porém, uma questão permanece: a cooperação é realmente cooperativa? Este trabalho pretende estabelecer uma abordagem teórica para a explicação deste dilema e propor um modelo de cooperação estável para a empresa. Alianças estratégicas e redes são as principais opções. A diferença entre uma e outra reside na combinação de oportunismo-confiança frente a frente com a interdependência do patrimônio técnico-econômico (independência-dependência).

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Paulo Antônio Zawislak, Universidade Federal do Rio Grande do Sul - Porto Alegre, RS

Downloads

Publicado

2013-07-29

Como Citar

Zawislak, P. A. (2013). QUESTÕES PARA UM MODELO DE ESTABILIDADE NOS ACORDOS DE COOPERAÇÃO. Revista Eletrônica De Administração, 10(6). Recuperado de https://www.seer.ufrgs.br/index.php/read/article/view/41441