VIVÊNCIAS DE PRAZER-SOFRIMENTO NO TRABALHO DO PROFESSOR UNIVERSITÁRIO: ESTUDO DE CASO EM UMA INSTITUIÇÃO PÚBLICA

Autores

  • Elena Fátima Vilela Faculdade Novos Horizontes – Belo Horizonte, MG
  • Fernando Coutinho Garcia Faculdade Novos Horizontes – Belo Horizonte, MG
  • Adriane Vieira Universidade Federal de Minas Gerais – Belo Horizonte, MG

Palavras-chave:

prazer, sofrimento, professor, adoecimento, universidade

Resumo

Este artigo analisa as percepções dos professores do curso de pedagogia de uma instituição de ensino superior pública em relação ao prazer-sofrimento no trabalho docente, amparado na teoria da Psicodinâmica do Trabalho. A pesquisa foi realizada na Faculdade de Educação de uma Universidade Pública de Belo Horizonte. Trata-se de um estudo conduzido por meio de técnicas de coleta e análise de dados de natureza quantitativa e qualitativa, utilizando a Escala de Indicadores de Prazer-sofrimento no trabalho (EIPST), aplicada a 52 professores, e a entrevista semiestruturada, realizada com 9 professores. Os dados quantitativos foram tratados pelo sistema SPSS (Statistical Package for Social Science) e as entrevistas foram submetidas à análise de conteúdo. Os resultados indicaram que as vivências de prazer são predominantes e estão relacionadas ao orgulho e à identificação com o trabalho. As vivências de sofrimento ocorrem de forma moderada e estão relacionadas ao esgotamento, à sobrecarga de trabalho e ao estresse, além de sentimentos de indignação e desvalorização. Como forma compensatória do sofrimento, as vivências de prazer são maximizadas e têm origem na prática docente, no contato com os colegas de trabalho e os alunos, na produção de conhecimento e no reconhecimento advindo dos pares e da comunidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Elena Fátima Vilela, Faculdade Novos Horizontes – Belo Horizonte, MG

Fernando Coutinho Garcia, Faculdade Novos Horizontes – Belo Horizonte, MG

Adriane Vieira, Universidade Federal de Minas Gerais – Belo Horizonte, MG

Downloads

Publicado

2013-08-01

Como Citar

Vilela, E. F., Coutinho Garcia, F., & Vieira, A. (2013). VIVÊNCIAS DE PRAZER-SOFRIMENTO NO TRABALHO DO PROFESSOR UNIVERSITÁRIO: ESTUDO DE CASO EM UMA INSTITUIÇÃO PÚBLICA. Revista Eletrônica De Administração, 19(2), 517–540. Recuperado de https://www.seer.ufrgs.br/index.php/read/article/view/41220

Edição

Seção

Estudos de Caso