Símbolos e rituais na aquisição da casa própria em condomínios-clube

Autores

  • Paula Alexandra Gil TIM Brasil
  • Angela da Rocha Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro
  • Ana Raquel Coelho Rocha Universidade Federal Fluminense

Palavras-chave:

Casa Própria, Nova Classe Média Emergente, Consumo Simbólico, Consumidores Emergentes.

Resumo

Este trabalho investiga de que forma consumidores pertencentes à nova classe média atribuem significado à aquisição da casa própria em condomínios multi-familiares. Adotou-se uma perspectiva interpretativa, embasada nos pressupostos teóricos da Consumer Culture Theory. A pesquisa se baseou em entrevistas qualitativas com compradores de imóveis pertencentes a este segmento da população, cuja aquisição ocorreu nos cinco anos anteriores à realização do trabalho de campo. Utilizou-se a análise de conteúdo qualitativa como método de análise dos dados e as categorias de análise utilizadas emergiram do campo. Os resultados obtidos indicam que tanto a casa própria quanto as áreas comuns compartilhadas nos condomínios são representadas de distintas formas. Além disso, o estudo mostra de que forma os informantes articulam uma organização simbólica desses espaços, construída em torno da dicotomia casa / rua, com suas áreas de mediação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Angela da Rocha, Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro

Professora Associada do Departamento de Administração da PUC-Rio.

Ana Raquel Coelho Rocha, Universidade Federal Fluminense

Professora Adjunta do Departamento de Administração da UFF.

Downloads

Publicado

2021-03-15

Como Citar

Gil, P. A., Rocha, A. da, & Rocha, A. R. C. (2021). Símbolos e rituais na aquisição da casa própria em condomínios-clube. Revista Eletrônica De Administração, 27(1), 182–209. Recuperado de https://www.seer.ufrgs.br/index.php/read/article/view/101926

Edição

Seção

Artigos