https://www.seer.ufrgs.br/index.php/presenca/issue/feed Revista Brasileira de Estudos da Presença 2022-07-22T17:29:53-03:00 Gilberto Icle rev.presenca@gmail.com Open Journal Systems Revista de Artes Cênicas, Teatro, Dança, Performance https://www.seer.ufrgs.br/index.php/presenca/article/view/112568 O Circo e as Performances Aéreas: 2022-01-13T09:50:11-03:00 Marilia Teodoro de Leles marilialeles@hotmail.com Robson Corrêa de Camargo robsoncamargo@protonmail.com <p>O artigo examina a relação do risco e da dor como elementos presentes na construção, exibição e recepção de espetáculos circenses aéreos. Para tanto, realiza uma revisão bibliográfica sobre o tema <em>dor</em> e <em>risco</em>, analisando-os como processos perceptivos que englobam questões biológicas, afetivas e culturais. Por fim, caracteriza a performance circense aérea, identificando que a relação entre tais fenômenos se apresenta como paradoxo imbricado em sua apresentação.</p> 2022-07-22T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Revista Brasileira de Estudos da Presença https://www.seer.ufrgs.br/index.php/presenca/article/view/122877 The Circus and Aerial Performances: 2022-03-03T20:41:13-03:00 Marilia Teodoro de Leles marilialeles@hotmail.com Robson Corrêa de Camargo robsoncamargo@protonmail.com <p>The article examines the relationship between risk and pain as elements present in the construction, exhibition and reception of aerial circus shows. There is a bibliographic review on the theme of <em>pain</em> and <em>risk</em>, analyzing them as perceptive processes that encompass biological, affective and cultural issues. Finally, it describes the aerial circus performance, identifying that the relationship between these phenomena appears as an imbricated paradox in its presentation.</p> 2022-07-22T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Revista Brasileira de Estudos da Presença https://www.seer.ufrgs.br/index.php/presenca/article/view/113063 A Capoeira Angola Diversificando a Universidade: 2022-01-13T09:51:11-03:00 Cristiano de Mello Gallep gallep@unicamp.br <div class="page" title="Page 1"> <div class="section"> <div class="layoutArea"> <div class="column"> <p>A partir de depoimentos de alunos, coletados após breve contato de um semestre com esta arte, procura-se reforçar a potencialidade da Capoeira Angola para o treinamento do artista da cena, e também para promover o autoconhecimento do ser humano e sua atuação social. É a ludicidade e a complexidade do jogo marcial da Capoeira Angola que congrega habilidade espaço-corporal, musical e poética, além de sua história de resistência e resiliência da ancestralidade africana, compondo uma <em>ecologia de saberes</em> que contribui à formação em Artes da Cena e também ao acolhimento da cultura popular de matriz africana na universidade brasileira.</p> </div> </div> </div> </div> <div> </div> 2022-07-22T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Revista Brasileira de Estudos da Presença https://www.seer.ufrgs.br/index.php/presenca/article/view/122858 Capoeira Angola Diversifying the University: 2022-03-03T14:23:18-03:00 Cristiano de Mello Gallep gallep@ft.unicamp.br <p>Using testimonies from students after one semester practicing the art of capoeira, we underscore the potentiality of Capoeira Angola for actor training, as well as for promoting the self-knowledge of human beings and their social action. It is the playfulness and complexity of Capoeira Angola’s martial game, congregating space-body skills, music and poetry, in addition to a history of resistance and resilience as African heritage, constructing an <em>Ecology of Knowledges</em> that contributes to performing arts training and also to the embracing of Afro-diasporic popular culture by Brazilian universities.</p> 2022-07-22T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Revista Brasileira de Estudos da Presença https://www.seer.ufrgs.br/index.php/presenca/article/view/113530 Rupestres Dançantes: 2021-10-28T11:34:47-03:00 Sylviane Guilherme sylvianecascata@hotmail.com Silvia Aparecida de Sousa Fernandes sas.fernandes@unesp.br <p>O presente texto apresenta uma análise crítica sobre a dança, a partir da perspectiva do materialismo histórico e dialético, das formulações de Karl Marx e dos estetas marxistas conseguintes a ele, propondo um estudo sobre o conceito, a razão e a finalidade da dança para o gênero humano. Aborda temas como o trabalho, enquanto categoria fundante do ser humano. Em sequência, o movimento corporal humano como trabalho de criação livre, os movimentos corporais intencionais de trabalho e o processo de transição destes para movimentos dançantes. E, por fim, a partir dos estudos acerca das manifestações humanas desenvolvidas no plano estético, como o ser humano chegou à dança como arte.</p> 2022-07-22T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Revista Brasileira de Estudos da Presença https://www.seer.ufrgs.br/index.php/presenca/article/view/123352 Dancing Rupestres: 2022-03-31T15:14:55-03:00 Sylviane Guilherme sylvianecascata@hotmail.com Silvia Aparecida de Sousa Fernandes sas.fernandes@unesp.br <p>The text presents a critical analysis of the roots of dance from the perspective of historical and dialectical materialism, the formulations of Marx and Engels, and of the Marxist aesthetes who followed them, proposing a study of the concept, reason and purpose of dance for the human race. It approaches themes such as work as the founding category of the human being. It then discusses human body movement as free creation work, intentional body movements of work and the process of their transition into dance movements. Finally, based on studies on human manifestations developed on the aesthetic level, it shows how the human being arrived at dance as art.</p> 2022-07-22T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Revista Brasileira de Estudos da Presença https://www.seer.ufrgs.br/index.php/presenca/article/view/113604 Entre a dança que tomba e a biblioteca que dança, a Dimenti faz da memória a história 2021-10-28T11:31:43-03:00 Jacyan Castilho de Oliveira jacyancastilho@gmail.com Criado em 1998, o Grupo Dimenti, de Salvador (BA) tem se dedicado a produzir obras artísticas que borram as fronteiras entre linguagens cênicas e modos de produção, até se constituir como Dimenti Produções Culturais, ambiente de criação que hoje engloba produção audiovisual, editorial e fonográfica, eventos e festivais, entre outros. Aqui o olhar recai sobre os espetáculos de dança <em>Tombé</em> (2001) e <em>Biblioteca de dança</em> (2017), como exemplos dessa produção diversificada. Neste artigo buscamos apontar traços autorais que persistem, de forma mais ou menos evidente, na diversidade criativa da Dimenti, como a comicidade, a não-linearidade e a incorporação de um discurso ideológico de alteridade. 2022-07-22T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Revista Brasileira de Estudos da Presença https://www.seer.ufrgs.br/index.php/presenca/article/view/122900 Between the Dance that Registers and the Library that Dances, Dimenti turns Memory into History 2022-03-04T08:42:27-03:00 Jacyan Castilho de Oliveira jacyancastilho@gmail.com <strong>Between the Dance that Registers and the Library that Dances, Dimenti turns Memory into History – </strong>Created in 1998, the Dimenti Group from Salvador (BA) produces artistic works that blur the lines between scenic languages and modes of production, until finally becoming Dimenti Produções Culturais, a creative environment that today encompasses audiovisual, editorial and phonographic productions, events and festivals, among others. In this article the focus is on <em>Tombé</em> (2001) and <em>Biblioteca de dança</em> (2017) dance performances, as examples of this diversified production. The aim is to point out, from the perspective of its members, the authorial traits that persist in Dimenti’’s creative trajectory, such as comicality, non-linearity and the incorporation of an ideological discourse of otherness. 2022-07-22T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Revista Brasileira de Estudos da Presença https://www.seer.ufrgs.br/index.php/presenca/article/view/125985 Expediente 2022-07-18T22:34:14-03:00 2022-07-22T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Revista Brasileira de Estudos da Presença https://www.seer.ufrgs.br/index.php/presenca/article/view/125987 Masthead 2022-07-18T22:37:25-03:00 2022-07-22T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Revista Brasileira de Estudos da Presença https://www.seer.ufrgs.br/index.php/presenca/article/view/116195 De cá pra lá, de lá pra cá: 2022-01-31T10:48:24-03:00 Mariliz Schrickte lizregina@gmail.com Philippe Choulet philippe.choulet@yahoo.fr Paulo Balardim paulobalardim@gmail.com <span>O presente artigo trata da recepção teatral do espetáculo <em>A Filosofia na Alcova</em> do grupo Pigmalião Escultura que Mexe sob duas perspectivas: a da atriz brasileira que apresenta para o público francês; a de um espectador francês que assiste a um espetáculo brasileiro. Com a peculiaridade de se tratar de uma produção que adapta um texto de autoria do francês Marquês de Sade, traz notas e impressões da recepção espetacular do palco para a plateia, da plateia para o palco, do Brasil sobre a França, da França sobre o Brasil, de cá para lá, de lá para cá.</span> 2022-07-22T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Brazilian Journal on Presence Studies https://www.seer.ufrgs.br/index.php/presenca/article/view/123767 From here to there, from there to here: 2022-04-15T18:53:20-03:00 Mariliz Schrickte lizregina@gmail.com Philippe Choulet philippe.choulet@yahoo.fr Paulo Balardim paulobalardim@gmail.com <p>The article deals with the theatrical reception of the play <em>Philosophy in the Bedroom</em>, presented by the group Pigmalião Escultura que Mexe, from the perspective of two authors: a Brazilian actress-researcher who performed for a French public and a French philosopher-spectator who watched the Brazilian show. The Brazilian author introduces the process of creating the play and its repercussions among the public. The French author then wanders through his impressions from watching the show in Charleville-Mézières in 2015. The objective of the text is to provoke reflections by juxtaposing these two perspectives, situated in different geographical, political, and cultural terrains, on the staging of a French text by Brazilians.</p> 2022-07-22T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Revista Brasileira de Estudos da Presença https://www.seer.ufrgs.br/index.php/presenca/article/view/117208 O Kasper está morto? 2022-01-26T16:43:39-03:00 Adriana Schneider Alcure adriana.schneider@eco.ufrj.br <span lang="EN-US">O texto investiga as estratégias utilizadas na apropriação do <em>Kaspertheater</em>, forma popular de teatro de bonecos alemã, para fins de propaganda no Nacional-Socialismo. Especula-se que seu personagem característico, o <em>Kasper</em>, teria surgido no século XVIII, na Áustria, como derivação do <em>Hanswurst</em>, uma figura mais antiga. O <em>Kasper</em> foi adaptado para peças de ideologia nazista e, também neste contexto, bonequeiros profissionais e amadores se apresentaram nos <em>fronts</em> da Segunda Guerra Mundial. Esta análise está baseada em entrevistas, pesquisa em acervos e documentos históricos. Traz ainda, como contraponto, encenações contemporâneas do <em>Kaspertheater</em>, em especial, <em>Kasper Unser</em>, de Hans-Jochen Menzel.</span> 2022-07-22T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Revista Brasileira de Estudos da Presença https://www.seer.ufrgs.br/index.php/presenca/article/view/123637 Is Kasper dead? 2022-04-08T20:46:03-03:00 Adriana Schneider Alcure adriana.schneider@eco.ufrj.br <p>O texto apresenta resultados preliminares de pesquisa sobre as estratégias empregadas na apropriação do <em>Kaspertheater</em> para fins de propaganda no Nacional-Socialismo. Essa forma popular de teatro de bonecos alemã foi adaptada para peças de ideologia nazista, apresentadas em diversos circuitos, incluindo <em>fronts </em>de guerra. O artigo situa as relações entre arte e política nesse contexto e discute as ambiguidades dos usos da comicidade atrelados aprogramas de extrema-direita.Traz, como contraponto, encenações contemporâneas do <em>Kaspertheater</em>. Investiga as relações entre a cultura popular e a legitimação de projetos de identidade nacional, com o intuito de contribuir para esse debate no Brasil.</p> 2022-07-22T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Revista Brasileira de Estudos da Presença https://www.seer.ufrgs.br/index.php/presenca/article/view/118634 Corpo Brincante: 2022-02-25T16:52:56-03:00 Ribamar José de Oliveira Junior ribamar@ufrj.br <p>Este artigo analisa a performance dos quilombos de Reisado a partir da presença travesti na cultura popular de Juazeiro do Norte, região do Cariri, interior do Ceará. No objetivo de refletir sobre a performance e suas formas animadas, considera-se uma das passagens da cartografia que segue em curso pelas dissidências sexuais e de gênero nos Reisados cearenses, em que se acompanhou o quilombo do grupo Sagrada Família entre a performance de gênero e a animação da brincadeira. Por meio da rota de uma das primeiras Mestras travestis, aponta-se o encantravar do corpo brincante como caminho para, nas espirais do tempo brincado, louvar o corpo travesti.</p> 2022-07-22T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Revista Brasileira de Estudos da Presença https://www.seer.ufrgs.br/index.php/presenca/article/view/123612 Brincante Body: 2022-04-07T19:18:26-03:00 Ribamar José de Oliveira Junior ribamar@ufrj.br <p>This article analyzes the performance of the Reisado quilombos from the travesti presence in the popular culture of Juazeiro do Norte, Cariri region, in the countryside of Ceará. In order to reflect on the performance and its animated forms, we consider one of the passages from the cartography that flows through sexual and gender dissidences in Ceará’s Reisados, in which we follow the <em>quilombo</em> of the Sagrada Família group between the performance of gender and the animation of the game. Using the route of one of the first travesti Maestras, we point to the <em>encantravar</em> of the <em>brincante</em> body as a way to praise the travesti body, in the spirals of time played.</p> 2022-07-22T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Revista Brasileira de Estudos da Presença https://www.seer.ufrgs.br/index.php/presenca/article/view/118932 Imagens como Aparição do Corpo: 2022-02-25T17:05:20-03:00 Thais Helena D'Abronzo thaisdabronzo@uel.br <p>O artigo apresenta aspectos da trajetória de Ilka Schönbein, marionetista e dançarina alemã, em especial seu jogo com a marionete e a singularidade com que suas imagens, por meio de sua dança, desafiam o corpo. Para tanto, convidam-se as ideias de jogo e movimentos transgressivos da erótica de Bataille e de Didi-Huberman. Com eles e com Ilka, desenvolve-se uma trajetória na qual imagem e corpo se confundem e, nesse encontro, as imagens se abrem para as aparições do corpo em processos vitais e funestos, que abalam as representações acostumadas das figuras humanas. Conclui-se que as imagens vivas e inquietantes de Ilka Schönbein conduzem a atenção para outras realidades do corpo, abrindo espaços para as aparições da morte, do parto e da fusão dos corpos, num movimento de metamorfose para além do humano.</p> <p> </p> 2022-07-22T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Revista Brasileira de Estudos da Presença https://www.seer.ufrgs.br/index.php/presenca/article/view/123609 Images as Apparitions of the Body: 2022-04-07T18:27:15-03:00 Thais Helena D'Abronzo thaisdabronzo@uel.br <p>This Article presents aspects of Ilka Schönbein’s trajectory, a German puppeteer and dancer, in particular her game with the puppet and the singular way with which her images and her dance challenge the body. And it is these aspects that makes their images-bodies encounter the transgressive game and movements of Bataille’s and Georges Didi-Huberman’s eroticism. With them and Ilka, image and body are confused and, in this encounter, the image opens to the apparitions of the body: vital and funereal processes that jolt and disrupt the contours of correct human figures. Ilka Schönbein’s images draw our attention to other realities of the body. Her apparitions have a disquieting resemblance to human figures, poised between death, childbirth, and a fusion of bodies.</p> 2022-07-22T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Revista Brasileira de Estudos da Presença https://www.seer.ufrgs.br/index.php/presenca/article/view/118960 Máscaras Larvárias online: 2022-02-25T17:14:05-03:00 Cláudia Muller Sachs clasachs@gmail.com <p>O presente artigo tem como objetivo apresentar procedimentos pedagógicos relacionados ao trabalho com as máscaras larvárias, enfatizando as adaptações realizadas para o modo <em>online</em> devido à pandemia de Covid 19 no Brasil. Baseada sobretudo na pedagogia de Jacques Lecoq (1921-1999), apresento alguns aspectos históricos e conceituais sobre a utilização dessas máscaras enquanto ferramenta pedagógica e artística a partir da experiência de uma oficina <em>online</em> realizada em 2021. Pretendo, assim, discutir sobre as especificidades da linguagem dessa máscara e sobre os desafios que a adequação para o modo digital suscitou, de modo a contribuir para a disseminação e atualização desse conhecimento.</p> 2022-07-22T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Revista Brasileira de Estudos da Presença https://www.seer.ufrgs.br/index.php/presenca/article/view/123740 Online Larval Masks: 2022-04-14T17:13:22-03:00 Cláudia Muller Sachs clasachs@gmail.com <p>This article presents pedagogical procedures related to research work with larval masks, emphasizing the adaptations of the remote mode due to the COVID-19 pandemic in Brazil. Based on the practical experience of an online workshop held in 2021, the study aims to examine the specifics of the language of this mask, share practical exercises, and update and disseminate this knowledge. Based on the pedagogy of Jacques Lecoq (1921–1999), historical, conceptual and technical aspects of the use of these masks are addressed.</p> 2022-07-22T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Revista Brasileira de Estudos da Presença https://www.seer.ufrgs.br/index.php/presenca/article/view/122420 Objeto Dócil e Objeto Propositor: 2022-03-03T15:38:58-03:00 Rossana Della Costa rocacor@gmail.com Élcio Rossini elciorossini@yahoo.com.br <p dir="ltr">O artigo elabora, identifica e enuncia duas qualidades para pensar os objetos utilizados em processos de criação em Artes Cênicas, nos quais se investigam relações corpo-objeto. Apresentam-se os objetos como dóceis ou propositores e explicitamse suas respectivas características. A metodologia recorreu à análise e seleção de obras contemporâneas, nas quais são verificáveis princípios relativos às características físicas dos materiais, bem como as abordagens efetuadas pelo corpo quando colocado em relação com o objeto. Este texto inspira-se na noção foucaultiana de deslocamento no sentido de considerar outras formas de pensar o objeto para além do chamado teatro de objetos ou do entendimento do objeto como acessório cênico. Conclui-se que o reconhecimento das qualidades enunciadas pode colaborar nas escolhas relativas aos usos do objeto nos processos de criação, incluindo a produção de objetos específicos para as Artes Cênicas.</p> <div> </div> 2022-07-22T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Revista Brasileira de Estudos da Presença https://www.seer.ufrgs.br/index.php/presenca/article/view/124237 Docile Object and Proposing Object: 2022-05-01T20:22:14-03:00 Rossana Della Costa rocacor@gmail.com Élcio Rossini elciorossini@yahoo.com.br <p>This article develops, identifies and presents two qualities to think about the objects used in creation processes in Performing Arts, in which we investigate body-object relations. We present the objects as docile or proposing and discuss their respective characteristics. Our methodology involved the selection and analysis of contemporary works in which we could examine principles relating to the physical characteristics of materials as well as the approaches adopted by the body in its relation to the object. This article is inspired by the Foucauldian notion of displacement applied to the consideration of other ways of thinking about the object beyond the so-called theater of objects or the understanding of the object as a scenic prop. In conclusion, we argue that recognizing these qualities of the object can contribute to expand the uses of the object in creation processes, including the production of specific objects for the Performing Arts.</p> 2022-07-22T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Revista Brasileira de Estudos da Presença