Do Areito ao Cordón: danças curativas indígenas

Autores

  • Jorge Luis Morejon (University of Miami – Miami, Estados Unidos da América)

Palavras-chave:

Mediunidade. Extrassensorial. Transmisión. Golpe de Trabajo. Tainidad.

Resumo

A origem indígena da dança do
cordón em Cuba está ligada ao areito do povo Taino do Caribe. A estrutura do cordón, sua função e sua
relevância como uma forma de terapia indígena é uma ideia nova aqui introduzida a respeito deste tema
específico. Ao descrever e refletir sobre o processo que origina a dança indígena como terapia, ressurge
uma forma de dança Taino que se acreditava estar extinta (areito); traz à tona uma dança que é praticamente desconhecida (cordón), redefinindo-a como uma prática curativa legítima. Tanto o areito como o
cordón informam processos terapêuticos alternativos no contexto da presença. O areito, atualmente executado através do Espiritismo de Cordón, mais do que um recurso curativo vital para a comunidade no
qual ocorre, é também uma expressão viva de tainidad.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2018-06-23

Como Citar

Morejon (University of Miami – Miami, Estados Unidos da América), J. L. (2018). Do Areito ao Cordón: danças curativas indígenas. Revista Brasileira De Estudos Da Presença, 8(3), 563–591. Recuperado de https://www.seer.ufrgs.br/index.php/presenca/article/view/83947

Edição

Seção

Outros Temas