Cena de Exceção: o teatro neotecnológico em Belo Horizonte (Brasil) e Buenos Aires (Argentina)

Autores

  • Mariana Lima Muniz (Universidade Federal de Minas Gerais – UFMG, Belo Horizonte/MG, Brasil ) Universidade Federal de Minas Gerais http://orcid.org/0000-0003-3807-5860
  • Jorge Dubatti (Universidad de Buenos Aires – Buenos Aires, Argentina ) Universidad de Buenos Aires

Palavras-chave:

Cartografia Teatral. Cena Neotecnológica. Convívio. Real/Virtual. Presença/Ausência.

Resumo

O artigo analisa os espetáculos Play Me, de Rodrigo Campos, estreado em Belo Horizonte, Distancia, de Matías Umpierrez, e Las Ideas, de Federico León, estreados em Buenos Aires. Eles têm em comum o uso de elementos das mídias digitais que atuam, em alguns momentos, em substituição à presença do corpo do ator. Identificamos que as micropoéticas desses espetáculos representam uma cena de exceção no contexto teatral dessas cidades, que primam pelo convívio entre os corpos viventes no acontecimento teatral. Como exceção, no entanto, revelam uma idiossincrasia do teatro de ambas as cidades em relação à cena neotecnológica: a valorização do convívio e da copresença através da ausência provocada pelo jogo com as novas tecnologias.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2022-10-04

Como Citar

Muniz (Universidade Federal de Minas Gerais – UFMG, Belo Horizonte/MG, Brasil ), M. L., & Dubatti (Universidad de Buenos Aires – Buenos Aires, Argentina ), J. (2022). Cena de Exceção: o teatro neotecnológico em Belo Horizonte (Brasil) e Buenos Aires (Argentina). Revista Brasileira De Estudos Da Presença, 8(2), 366–389. Recuperado de https://www.seer.ufrgs.br/index.php/presenca/article/view/69727

Edição

Seção

Outros Temas