O Projeto Scene de Gordon Craig: uma história aberta à revisão

Autores

  • Luiz Fernando Ramos (Universidade de São Paulo, São Paulo/SP, Brasil) Universidade de São Paulo

Palavras-chave:

Telas, Cena, Modelos, Cenotécnica, História

Resumo

O artigo propõe uma revisão do projeto Scene, de Gordon Craig, uma invenção patenteada em 1910 e desenvolvida até 1922. O próprio Craig manteve uma posição ambígua sobre se foi ou não um projeto irrealizado. Seu filho e biógrafo Edward Craig sustentou que as aspirações originais de Craig nunca foram alcançadas devido a limitações técnicas, e a maioria dos estudiosos que examinaram o assunto seguiram essa posição. Partindo das telas modelos guardadas na Biblioteca Nacional da França, dos cadernos de anotação originais de Craig e de um curta-metragem de 1963, eu defendo que o projeto patenteado e o ensaio publicado em 1923 representam, de fato, a concretização do sonhado dispositivo das mil cenas em uma cena.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2022-10-14

Como Citar

Ramos (Universidade de São Paulo, São Paulo/SP, Brasil), L. F. (2022). O Projeto Scene de Gordon Craig: uma história aberta à revisão. Revista Brasileira De Estudos Da Presença, 4(3), 443–462. Recuperado de https://www.seer.ufrgs.br/index.php/presenca/article/view/49083

Edição

Seção

Gordon Craig