Por uma História das Relações entre Teatro e Neurociência no Século XX

Autores

  • Gabriele Sofia (Universidade Paul Valéry Montpellier III – Montpellier, França) Sapienza Università di Roma / Université Paris 8 Vincennes - Saint-Denis

Palavras-chave:

História do Teatro, Neurociência, Fisiologia, Etologia, Espectador

Resumo

Este artigo aborda algumas reflexões preliminares referentes à história do teatro e da neurociência no século XX. Até agora, a história do teatro no século XX era demasiadamente fragmentada e irregular, perdendo-se nas conexões subterrâneas que, direta ou indiretamente, ligavam diferentes experiências. O artigo pretende colocar em evidência os problemas recorrentes desses encontros. A hipótese do ensaio refere-se à possibilidade de reunir e agrupar grande parte das relações entre teatro e neurociência em torno de quatro trajetórias: a fisiologia da ação, a fisiologia das emoções, a etologia e os estudos sobre a percepção do espectador.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Gabriele Sofia (Universidade Paul Valéry Montpellier III – Montpellier, França), Sapienza Università di Roma / Université Paris 8 Vincennes - Saint-Denis

Gabriele Sofia è un dottore di ricerca che lavora in cotutela tra il Dipartimento di Storia dell'Arte e Spettacolo della Sapienza Università di Roma e il Laboratoire d'Ethnoscénologie della Maisons des Sciences de l'Homme Paris Nord. Dal 2006 si interessa delle relazioni tra teatro e neuroscienze e dal 2010 ha iniziato una sperimentazione interdisciplinare sulla neurofisiologia dell'attore e dello spettatore in collaborazione con il Dipartimento di Fisiologia Umana della Sapienza Università di Roma.

Publicado

2022-10-16

Como Citar

Sofia (Universidade Paul Valéry Montpellier III – Montpellier, França), G. (2022). Por uma História das Relações entre Teatro e Neurociência no Século XX. Revista Brasileira De Estudos Da Presença, 4(2), 313–332. Recuperado de https://www.seer.ufrgs.br/index.php/presenca/article/view/46745

Edição

Seção

Teatro e Neurociências

Artigos Semelhantes

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.