O Teatro e o Princípio de Adesão Emergentista

Autores

  • Yannick Bressan (Université de Strasbourg – Estrasburgo, França) Université Strasbourg

Palavras-chave:

Teatro, Neurociências Cognitivas, Psicologia, Princípio de Adesão Emergentista, Neuroestética

Resumo

A recente descoberta de um fenômeno psicológico e neurocognitivo no Laboratoire d’Imagerie et de eurosciences Cogntivies (Hospital de Estrasburgo) mostra o quanto a aliança entre arte e ciências pode ser uma via de pesquisa das mais fecundas e inesperadas. As aplicações desse estudo sobre o princípio de adesão emergentista são inúmeras (psico-oncologia, arte, comunicação). Assim, os resultados obtidos e que serão brevemente apresentados neste texto demonstram que o teatro, longe de ser somente um simples veículo de entretenimento, pode, como pensava Aristóteles, participar e contribuir ao bem estar e à evolução da comunidade. Este texto constitui, da sua maneira, um pleito pela interdisciplinaridade ativa.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2022-10-16

Como Citar

Bressan (Université de Strasbourg – Estrasburgo, França), Y. (2022). O Teatro e o Princípio de Adesão Emergentista. Revista Brasileira De Estudos Da Presença, 4(2), 249–262. Recuperado de https://www.seer.ufrgs.br/index.php/presenca/article/view/46744

Edição

Seção

Teatro e Neurociências