As Duas Fontes dos Ensinamentos de Delsarte: observações e metafísica

Autores

  • Franck Waille Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Palavras-chave:

Regras Expressivas, Arte, Metafísica, François Delsarte, Dança

Resumo

Este texto apresenta o trabalho expressivo de Delsarte e suas duas fontes principais: um sistema empírico de observações e um quadro teórico de ordem metafísica. Apresenta-se o sistema empírico de observações de Delsarte que tem suas origens nos primeiros anos de sua vida, passando por uma mudança decisiva nos seus estudos no Conservatório de Paris. Descreve-se o modo como Delsarte, a partir de suas observações, de um lado, consegue escapar de um sistema escravizante de aprendizado baseado na imitação dos professores, e, de outro, reeducar sua voz cantada arruinada pelo ensino oficial de canto. Esse sistema empírico de observação é articulado, em seguida, à teoria delsarteana, de ordem metafísica, cuja origem se situa na conversão de Delsarte ao catolicismo, segundo o qual o corpo humano ocupa uma posição central. Com efeito, observações e metafísica se encontram em Delsarte para alimentar toda sua pedagogia e definem a dinâmica geral do seu trabalho: a espiritualização do ser humano através da arte.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2022-10-18

Como Citar

Waille, F. (2022). As Duas Fontes dos Ensinamentos de Delsarte: observações e metafísica. Revista Brasileira De Estudos Da Presença, 2(2), 294–328. Recuperado de https://www.seer.ufrgs.br/index.php/presenca/article/view/25778

Edição

Seção

A pedagogia de François Delsarte