Teatro e Neurociência: da intenção dilatada à experiência performativa do espectador

Autores

  • Gabriele Sofia Sapienza Università di Roma / Université Paris 8 Vincennes - Saint-Denis

Palavras-chave:

Ator, Espectador, Neurociências, Fenomenologia, Intersubjetividade

Resumo

Este texto trata do estudo do teatro como relação intersubjetiva entre seres humanos e põe em evidência o diálogo com as recentes pesquisas das neurociências cognitivas. Apresenta-se uma comparação entres esses dois campos disciplinares e guia-se tal comparação a partir da pergunta: se o ator em cena organiza o próprio sistema corpo-mente de maneira diferente, é possível estudar essa diferença do ponto de vista neurocientífico? Discute-se a resposta para essa pergunta a partir da necessidade da formulação de algumas hipóteses teóricas que preparam e encaminham as experimentações: a intenção dilatada, a ambiguidade do ator, a co-constituição do espaço cênico e a experiência performativa do espectador.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2022-10-19

Como Citar

Sofia, G. (2022). Teatro e Neurociência: da intenção dilatada à experiência performativa do espectador. Revista Brasileira De Estudos Da Presença, 2(1), 78–98. Recuperado de https://www.seer.ufrgs.br/index.php/presenca/article/view/25715

Edição

Seção

Etnocenologia e Educação