Kokyu Studio, um Laboratório para o Performer-Guerreiro

Autores

  • Carole Drouelle EDESTA Université Paris 8 / Vincennes-Saint-Denis FRANCE

Palavras-chave:

Jerzy Grotowski, Artes Marciais, Laboratório, Performer, Ritual.

Resumo

Este artigo questiona o diálogo transcultural entre os princípios das pesquisas de Jerzy Grotowski e as práticas marciais japonesas, promovido pelo trabalho de laboratório do Kokyu Studio do Instituto Grotowski [Grotowski Institute] em Wroclaw. Com base na pesquisa de campo realizada em 2020, o objetivo deste texto é analisar como ocorre a transferência das qualidades psicofísicas e espirituais, da ética marcial e de uma cultura de si mesmo, desenvolvidas pelo aikido e pelo misogi harai. Os depoimentos recolhidos e as observações efetuadas permitem abordar de forma concreta como o trabalho do ator se transforma para construir um performer-guerreiro1 para um teatro ritualizado.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2021-10-11

Como Citar

Drouelle, C. (2021). Kokyu Studio, um Laboratório para o Performer-Guerreiro. Revista Brasileira De Estudos Da Presença, 11(4), 01–33. Recuperado de https://www.seer.ufrgs.br/index.php/presenca/article/view/118868

Edição

Seção

Laboratórios em fluxo