O "maior espetáculo da terra": o futebol e a sua capacidade de transgredir os níveis de cultura de massa

Autores

  • Humberto Ivan Keske Universidade FEEVALE
  • Cleber Cristiano Prodanov Universidade FEEVALE
  • Vinícius Moser Universidade Feevale

Palavras-chave:

Futebol. Cultura de Massa. Umberto Eco.

Resumo

Este artigo analisa de que forma os meios de comunicação, especialmente rádio, televisão e internet, reforçam o futebol e dão visibilidade nacional e internacional a esse esporte, dentro dos diferentes níveis de cultura propostos por Umberto Eco (2004). O texto também mostra de que maneira o futebol estabelece uma relação dialógica e contextual entre os diferentes níveis da cultura, sendo capaz de transgredi-los, reestruturando-os em uma nova proposta.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Humberto Ivan Keske, Universidade FEEVALE

Doutor pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS); Professor de Graduação, do Mestrado em Processos e Manifestações Culturais e Pesquisador do Grupo de Pesquisa em Comunicação e Cultura, na Universidade FEEVALE – Novo Hamburgo/RS.

Cleber Cristiano Prodanov, Universidade FEEVALE

Doutor em História Social pela USP/SP, professor títular da Universidade Feevale em Novo Hamburgo (RS), onde atua também no corpo permanente do Mestrado em Processos e Manifestações Culturais. É pesquisador do grupo de pesquisa em Cultura e Memória da Comunidade da mesma Universidade. Atualmente também exerce a função de Secretário Estadual de Ciência, Inovação e Desenvolvimento Tecnológico do Rio Grande do Sul.

Vinícius Moser, Universidade Feevale

Graduado em História pela Universidade FEEVALE – Novo Hamburgo/RS – e Mestrando, na mesma instituição, em Processos e Manifestações Culturais, com bolsa Prosup/CAPES.

Downloads

Publicado

2012-07-09

Como Citar

Keske, H. I., C. C. Prodanov, e V. Moser. “O "maior espetáculo Da terra": O Futebol E a Sua Capacidade De Transgredir Os níveis De Cultura De Massa”. Intexto, nº 26, julho de 2012, p. 245-59, https://www.seer.ufrgs.br/index.php/intexto/article/view/23027.

Edição

Seção

Artigos