Jornalismo em 140 toques: análise de três contas do Twitter no Brasil

Autores

  • Francisco Antônio Machado da Silva Univali
  • Rogério Christofoletti UFSC

Palavras-chave:

Webjornalismo. Microblog. Twitter.

Resumo

Este artigo analisa algumas contribuições do microblogging para o jornalismo brasileiro contemporâneo. Foram investigadas três contas de veículos de imprensa mantidas por jornalistas no Twitter – @bandtransitosp, @revista_trip e @rodaviva –, escolhidas pelo seu caráter experimentalista e informacional. Buscamos analisar o processo de manutenção dos microblogs pelos agentes jornalísticos, analisando os conteúdos postados e entrevistando os mantenedores das contas. Os resultados apontam para apropriações do Twitter pelas redações para além da simples difusão de manchetes e de curtas coberturas em tempo real.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Francisco Antônio Machado da Silva, Univali

Graduado em Jornalismo pela Univali (SC), onde desenvolveu a monografia “O papel do Twitter no jornalismo brasileiro", cujos resultados foram sintetizados neste artigo.

Rogério Christofoletti, UFSC

Gogério Christofoletti é doutor em Ciências da Comunicação pela Universidade de São Paulo (USP). É professor do curso de Comunicação Social-Jornalismo (graduação) e do Mestrado em Educação na Universidade do Vale do Itajaí (Univali), em Santa Catarina. É autor de dois livros (O discurso da transição e Monitores de Mídia: como o jornalismo catarinense percebe seus deslizes éticos) e co-organizador de Jornalismo em Perspectiva, com Maria José Baldessar. Suas pesquisas se dão no campo da Ética Jornalística e nas relações entre Educação e Comunicação.

Downloads

Publicado

2010-07-14

Como Citar

Silva, F. A. M. da, e R. Christofoletti. “Jornalismo Em 140 Toques: Análise De Três Contas Do Twitter No Brasil”. Intexto, nº 22, julho de 2010, p. 65-80, https://www.seer.ufrgs.br/index.php/intexto/article/view/13377.

Edição

Seção

Artigos