"Uma reserva de mundo"

as materialidades da comunicação no projeto da Semiótica Crítica

Autores

DOI:

https://doi.org/10.19132/1807-8583202254.120863

Palavras-chave:

Materialidades da comunicação, Semiótica Crítica, Teorias da Comunicação, Epistemologia da Comunicação, Alexandre Rocha da Silva

Resumo

O texto problematiza o livro Semiótica Crítica e as materialidades da comunicação. Destaca, fundamentalmente, o modo como a perspectiva teórica de Hans Ulrich Gumbrecht é apropriada. Acima de tudo, trata-se de um balanço crítico, uma homenagem ao legado intelectual de Alexandre Rocha da Silva, que organizou o volume e liderou o processo de pesquisa no qual o livro culmina.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fabricio Lopes da Silveira, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Graduado em Comunicação Social - Habilitação em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM, 1995); Mestre em Comunicação e Informação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS, 1998) e Doutor em Ciências da Comunicação pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos, 2003). Em 2015, concluiu estágio de Pós- Doutorado Sênior (Bolsa CAPES, processo n. 5939-14-3), junto à Universidade de Salford, na Inglaterra. Atualmente, realiza estágio de pós-doutorado (Bolsa PNPD CAPES) junto ao Programa de Pós-Graduação em Comunicação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Downloads

Publicado

2022-08-08

Como Citar

Silveira, F. L. da. “"Uma Reserva De mundo" : As Materialidades Da comunicação No Projeto Da Semiótica Crítica”. Intexto, nº 54, agosto de 2022, p. 120863, doi:10.19132/1807-8583202254.120863.

Edição

Seção

Platô Semiótica Crítica (Materialidade, Acontecimento, Micropolítica)