Notas para As configurações da comunicação

semiótica crítica e política

Autores

DOI:

https://doi.org/10.19132/1807-8583202254.120306

Palavras-chave:

Comunicação, Pragmaticismo, Sinequismo

Resumo

O artigo apresenta premissas para o projeto As configurações da comunicação, idealizado por Alexandre Rocha da Silva e desenvolvido coletivamente por integrantes do GPESC. A comunicação é pensada desde a Semiótica Crítica como indissociável das três ordens faneroscópicas que a configuram ad hoc (primeiridade, secundidade e terceiridade), mas também das três ordens metafísicas que configuram o processo do conhecimento e da vida. Na primeira seção, vemos como o acaso distribui qualidades em operações estéticas que configuram iconicamente o sensível; na segunda, pensamos a existência e o encontro à luz de uma ética comunicacional; na terceira, a mediação como fundamento para a fixação da crença e a mudança de hábitos. Uma última seção formula os termos de um conceito de comunicação sinequista como uma continuidade entre os três distintos horizontes comunicacionais. Procura-se, com isso, problematizar politicamente a comunicação ao concebê-la pela atualização ética de potenciais estéticos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Alexandre Rocha da Silva, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Doutor em Comunicação e docente na Faculdade de Biblioteconomia e Comunicação e no Programa de Pós-Graduação em Comunicação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Cássio de Borba Lucas, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Doutorando no Programa de Pós-Graduação em Comunicação da UFRGS.

Demétrio Rocha Pereira, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Doutor em Comunicação pelo Programa de Pós-Graduação em Comunicação da UFRGS.

Francisco Menegat, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Mestrando no Programa de Pós-Graduação em Comunicação da UFRGS.

Giovana dos Passos Colling, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Mestranda no Programa de Pós-Graduação em Comunicação da UFRGS.

Isabelle do Pilar Mendes, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Graduanda em Relações Públicas na Faculdade de Biblioteconomia e Comunicação da UFRGS.

João Fabrício Flores da Cunha, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Doutorando no Programa de Pós-Graduação em Comunicação da UFRGS.

Lennon Pereira Macedo, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Doutorando no Programa de Pós-Graduação em Comunicação da UFRGS.

Luis Felipe Silveira de Abreu, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Doutorando no Programa de Pós-Graduação em Comunicação da UFRGS.

Luiza Müller, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Doutoranda no Programa de Pós-Graduação em Comunicação da UFRGS.

Mario Alberto Pires de Arruda, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Doutorando no Programa de Pós-Graduação em Comunicação da UFRGS.

Taís Severo, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Doutoranda no Programa de Pós-Graduação em Comunicação da UFRGS.

Victoria da Silva Morele, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Graduanda em Publicidade e Propaganda na Faculdade de Biblioteconomia e Comunicação da UFRGS.

Downloads

Publicado

2022-08-08

Como Citar

Silva, A. R. da, C. de B. Lucas, D. R. Pereira, F. Menegat, G. dos P. Colling, I. do P. Mendes, J. F. F. da Cunha, L. P. Macedo, L. F. S. de Abreu, L. Müller, M. A. P. de Arruda, T. Severo, e V. da S. Morele. “Notas Para As configurações Da comunicação: Semiótica crítica E política”. Intexto, nº 54, agosto de 2022, p. 120306, doi:10.19132/1807-8583202254.120306.

Edição

Seção

Platô Política Pragmaticista e as Configurações da Comunicação