Flusser em Wuhan: por uma economia política da imagem técnica na iconomia do capitaloceno

Autores

  • Gilson Liberato Schwartz Departamento de Cinema, Rádio e TV, Escola de Comunicações e Artes, Universidade de São Paulo

DOI:

https://doi.org/10.19132/1807-8583202051.259-268

Palavras-chave:

Iconoclastia. Imagem técnica. Jogos de linguagem. Memória artificial. Imaginação.

Resumo

A contribuição de Vilém Flusser à emergência de novas epistemologias comunicacionais é sugerida como horizonte para a definição de uma “iconomia” ou teoria do valor A contribuição de Vilém Flusser à emergência de novas epistemologias comunicacionais é sugerida como horizonte para a definição de uma iconomia ou teoria do valor econômico das imagens no capitalismo audiovisual antropocênico. Os elementos para essa aproximação partem da crítica flusseriana à sociedade do espetáculo e à fetichização dos ícones em seu texto Iconoclastia e em escritos de sua ficção filosófica aberta e voltada ao pensamento por jogos de imagens em que se destacam o fluxo, a liquidez, a maleabilidade e a adaptabilidade inteligente por meio de alegorias digitais oceânicas. Trata-se de valorizar as imagens usadas por Flusser como referência para uma teoria do valor capaz de superar a racionalidade instrumental binária que polariza o próprio pensamento econômico entre utilitaristas e materialistas.econômico das imagens no capitalismo audiovisual antropocênico. Os elementos para essa aproximação partem da crítica flusseriana à sociedade do espetáculo e à fetichização dos ícones em “Iconoclastia” e em escritos de sua ficção filosófica aberta e voltada ao pensamento por jogos de imagens em que se destacam o fluxo, a liquidez, a maleabilidade e a adaptabilidade inteligente por meio de alegorias.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Gilson Liberato Schwartz, Departamento de Cinema, Rádio e TV, Escola de Comunicações e Artes, Universidade de São Paulo

Professor Associado, Departamento de Cinema, Rádio e TV, Escola de Comunicações e Artes e Programa de Pós-Graduação Interdisciplinar Humanidades, Direitos e Outras Legitimidades, Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo. Lìder dos grupos de pesquisa "Iconomia" e "Cidade do Conhecimento".

Downloads

Publicado

2020-12-21

Como Citar

Schwartz, G. L. “Flusser Em Wuhan: Por Uma Economia política Da Imagem técnica Na Iconomia Do Capitaloceno”. Intexto, nº 51, dezembro de 2020, p. 259-68, doi:10.19132/1807-8583202051.259-268.

Edição

Seção

Dossiê Flusser: 100 anos