Conexões e Interdisciplinaridade nos Coletivos de Memória e Preservação de Patrimônios

Autores

  • Márcia Regina Bertotto
  • Vera Maria Sperandio Rangel

DOI:

https://doi.org/10.22456/1984-1191.124105

Resumo

O texto apresenta as formas renovadas de organização de museus: ecomuseu, museu comunitário, museu de favela, incluindo pontos de memória, seus conceitos e entrelaçares. Observa quais são estes novos contornos de museus para identificá-los na articulação entre o on-line e o real. Destaca a origem nos conceitos da Museologia Social que, aqui, relaciona diálogos interdisciplinares entre Geografia, Antropologia e os métodos de pesquisa de uma etnografia digital e virtual. Parte de pesquisa bibliográfica anterior desenvolvida para apresentação e publicação em encontro científico em 2021 e, também, de pesquisa sobre o futuro dos museus realizada pelo ICOM-BR, em 2020. Infere que a realidade da cultura brasileira inserida na sociedade complexa da atualidade apresenta inúmeras possibilidades de preservação das memórias e patrimônios.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Arquivos adicionais

Publicado

2022-04-28

Como Citar

REGINA BERTOTTO, M. .; SPERANDIO RANGEL, V. M. . Conexões e Interdisciplinaridade nos Coletivos de Memória e Preservação de Patrimônios. ILUMINURAS, Porto Alegre, v. 23, n. 60, 2022. DOI: 10.22456/1984-1191.124105. Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/index.php/iluminuras/article/view/124105. Acesso em: 3 dez. 2022.