USO DE ALTEPLASE NO MANEJO DA TROMBOSE DO CATETER DE HEMODIÁLISE

Autores

  • Erwin Otero Garcés Pós-Graduação em Ciências Médicas: Nefrologia, Faculdade de Medicina, Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Porto Alegre, RS, Brasil.
  • Tatiana Karnopp Serviço de Nefrologia, Hospital de Clínicas de Porto Alegre (HCPA), Porto Alegre, RS, Brasil.
  • Alessandra Vicari Serviço de Nefrologia, HCPA, Porto Alegre, RS, Brasil.
  • Chintia Caetano Serviço de Nefrologia, HCPA, Porto Alegre, RS, Brasil.
  • Francisco Veronesse Grupo de Pós-Graduação em Nefrologia, UFRGS, Porto Alegre, RS, Brasil.
  • Jordana Guimarães Faculdade de Medicina, UFRGS, Porto Alegre, RS, Brasil.
  • Carlos Prompt Departamento de Medicina Interna, Faculdade de Medicina, UFRGS, Porto Alegre, RS, Brasil.

Palavras-chave:

Trombose do cateter de hemodiálise, alteplase.

Resumo

Recentemente, o uso de fibrinolíticos tem sido proposto para trombólise da oclusão aguda do cateter de hemodiálise, tanto na forma de lock intraluminal quanto em infusão sistêmica. Nesse contexto, objetivamos relatar a experiência do uso de alteplase em cateter tunelizado de hemodiálise com oclusão trombótica.
Unitermos: Trombose do cateter de hemodiálise, alteplase.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2020-01-29

Como Citar

1.
Garcés EO, Karnopp T, Vicari A, Caetano C, Veronesse F, Guimarães J, Prompt C. USO DE ALTEPLASE NO MANEJO DA TROMBOSE DO CATETER DE HEMODIÁLISE. Clin Biomed Res [Internet]. 29º de janeiro de 2020 [citado 29º de junho de 2022];26(3). Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/index.php/hcpa/article/view/99828

Edição

Seção

Relatos de Casos