Terapia nutricional em pacientes portadores do HIV em uso de TARV frente ao desenvolvimento de distúrbios metabólicos induzidos pela medicação.

Autores

  • Paula Licks Centro de Ciências Biológicas e da Saúde, Universidade de Caxias do Sul
  • Jaqueline Driemeyer Correia Horvath Centro de Ciências Biológicas e da Saúde, Universidade de Caxias do Sul. Programa de Pós-Graduação em endocrinologia HCPA – UFRGS

Palavras-chave:

HIV, terapia antirretroviral de alta atividade, terapia nutricional

Resumo

Embora a incidência de casos de pacientes portadores do vírus HIV ainda esteja aumentando, através da terapia antirretroviral (TARV) é possível melhorar a qualidade de vida e diminuir os agravos provocados pela patologia.  No entanto, com a TARV observam-se efeitos colaterais importantes relativos ao metabolismo: resistência à insulina/intolerância à glicose, hipertensão arterial, lipodistrofia e dislipidemia. O objetivo do presente estudo foi revisar a literatura em busca de um maior entendimento acerca do efeito da terapia nutricional associada ou não às alterações nos hábitos de vida em pacientes portadores do HIV que fazem uso de TARV frente ao desenvolvimento de distúrbios metabólicos induzidos pela medicação. Foram revisados 11 estudos que preenchiam os critérios de inclusão, sendo que sete estudos demonstraram que a terapia nutricional apresenta impacto em alterações metabólicas, portanto uma adequada orientação nutricional deve ser parte integrante do tratamento de pacientes HIV positivos em terapia antirretroviral.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2016-08-12

Como Citar

1.
Licks P, Horvath JDC. Terapia nutricional em pacientes portadores do HIV em uso de TARV frente ao desenvolvimento de distúrbios metabólicos induzidos pela medicação. Clin Biomed Res [Internet]. 12º de agosto de 2016 [citado 2º de dezembro de 2022];36(2). Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/index.php/hcpa/article/view/63050

Edição

Seção

Artigos de Revisão

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)