Imunomodulação relacionada à transfusão de hemocomponentes

Autores

  • Luciana Nascimento Vargas Hospital de Clínicas de Porto Alegre
  • Laís Oliviera Garcia Hospital de Clínicas de Porto Alegre
  • Ananda Cristine Santos Galvão Hospital de Clínicas de Porto Alegre
  • Tor Gunnar Hugo Onsten Hospital de Clínicas de Porto Alegre Departamento de Medicina Interna da Universidade Federal do Rio Grande do Sul
  • Leo Sekine Hospital de Clínicas de Porto Alegre

Palavras-chave:

Imunomodulação, transfusão de sangue, imunossupressão, infecção, leucócitos

Resumo

A imunomodulação relacionada à transfusão (transfusion-related immunomodultion, TRIM) foi inicialmente estudada quando uma maior taxa de sobrevida do enxerto foi observada em pacientes transplantados renais que haviam recebido maior número de transfusões. No entanto, o desenvolvimento de infecções em pacientes politransfundidos e/ou no pós-operatório de grandes cirurgias também parece estar relacionados a esse fenômeno. Além disso, a TRIM tem sido associada à diminuição da função das células natural killer (NK) e apresentadoras de antígenos (APCs), redução da imunidade mediada por células e aumento das células T reguladoras (Tregs). Esta revisão visou conceituar a TRIM e discutir alguns aspectos relacionados a seus mecanismos e à prevenção de eventos imunomodulatórios.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2014-12-29

Como Citar

1.
Vargas LN, Garcia LO, Galvão ACS, Onsten TGH, Sekine L. Imunomodulação relacionada à transfusão de hemocomponentes. Clin Biomed Res [Internet]. 29º de dezembro de 2014 [citado 25º de junho de 2022];34(4). Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/index.php/hcpa/article/view/50364

Edição

Seção

Artigos de Revisão