Mudança de fotoperíodo: proposta de modelo experimental

Autores

  • Caroline Luísa Quiles Universidade Federal do Rio Grande do Sul Hospital de Clinicas de Porto Alegre
  • Melissa Alves Braga de Oliveira Universidade Federal do Rio Grande do Sul Hospital de Clinicas de Porto Alegre
  • Fancele Valente Piazza Universidade Federal do Rio Grande do Sul Hospital de Clinicas de Porto Alegre
  • Luísa Klaus Pilz Universidade Federal do Rio Grande do Sul Hospital de Clinicas de Porto Alegre
  • Maria Paz Loayza Hidalgo Universidade Federal do Rio Grande do Sul Hospital de Clinicas de Porto Alegre

Palavras-chave:

atividade/repouso, comportamento, cronobiologia, ritmos biológicos, sazonalidade

Resumo

Introdução: Existem variações fisiológicas e comportamentais relacionadas à sazonalidade, e a luz é o principal sincronizador destas variações de acordo com as funções sazonais em latitudes de climas temperados. Sendo assim, o objetivo deste estudo foi validar uma metodologia de modificação de fotoperíodo com ratos Wistar avaliando sua interferência no ritmo biológico. 

Metodologia: Três ratos Wistar machos adultos (60 dias) foram expostos a 3 fotoperíodos de 17 dias cada, com diferentes ciclos claro/escuro (light/dark, LD): Animal CL/CC, exposto a LD inicial 16:30/07:30 (CL, claro longo) e LD final 07:30/16:30 (CC, claro curto); Animal CC/CL, exposto a LD inicial 07:30/16:30 e LD final 16:30/07:30; e Animal CT, sob LD constante 12:00/12:00. Os animais CL/CC e CC/CL passaram por um fotoperíodo intermediário entre o LD inicial e final, no qual a exposição à luz foi aumentada ou diminuída em 30 min a cada dia até que os fotoperíodos se invertessem. Todos os animais permaneceram isolados durante o estudo e tiveram suas temperaturas corporais continuamente aferidas por sensores implantados na cavidade peritoneal e suas atividades locomotoras medidas por sensores acoplados às suas caixas. Os dados obtidos foram utilizados para construção de histogramas. 

Resultados: Os animais CL/CC e CC/CL apresentaram maior período de atividade em CC do que em CL. A temperatura do animal CT seguiu um padrão rítmico. A linhagem utilizada apresentou sensibilidade à mudança de fotoperíodo. 

Conclusão: O modelo proposto e validado neste estudo pode ser usado em experimentos que tenham como objetivo avaliar as consequências das mudanças de exposição à luz.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Caroline Luísa Quiles, Universidade Federal do Rio Grande do Sul Hospital de Clinicas de Porto Alegre

Departamento de Psiquiatria e Medicina Legal

Laboratório de Cronobiologia

Melissa Alves Braga de Oliveira, Universidade Federal do Rio Grande do Sul Hospital de Clinicas de Porto Alegre

Departamento de Psiquiatria e Medicina Legal

Laboratório de Cronobiologia - HCPA

Fancele Valente Piazza, Universidade Federal do Rio Grande do Sul Hospital de Clinicas de Porto Alegre

Pós Graduação em Neurociências - UFRGS

Luísa Klaus Pilz, Universidade Federal do Rio Grande do Sul Hospital de Clinicas de Porto Alegre

Departamento de Psiquiatria e Medicina Legal

Laboratório de Cronobiologia - HCPA

Maria Paz Loayza Hidalgo, Universidade Federal do Rio Grande do Sul Hospital de Clinicas de Porto Alegre

Departamento de Psiquiatria e Medicina Legal

Laboratório de Cronobiologia - HCPA

Downloads

Publicado

2014-10-07

Como Citar

1.
Quiles CL, de Oliveira MAB, Piazza FV, Pilz LK, Hidalgo MPL. Mudança de fotoperíodo: proposta de modelo experimental. Clin Biomed Res [Internet]. 7º de outubro de 2014 [citado 28º de novembro de 2022];34(3). Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/index.php/hcpa/article/view/49061

Edição

Seção

Artigos Originais

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)