Manejo do paciente obeso pediátrico na atenção primária: proposta de uma abordagem terapêutica prática

Autores

  • Simone Pereira Fernandes Universidade Federal Rio Grande do Sul
  • Elisabete Viera Conterato Universidade Federal Rio Grande do Sul
  • Elza Daniel de Mello Universidade Federal Rio Grande do Sul

Palavras-chave:

obesidade, atenção primária à saúde, criança, adolescente

Resumo

Inúmeros são os desafios do sistema único de saúde (SUS) em atender de forma adequada na infância a maior epidemia em Saúde Pública do mundo, a obesidade. Por isso os cuidados clínicos pediátricos na prevenção, identificação e tratamento da obesidade infantil são de fundamental importância na atenção primária à saúde. O presente artigo tem por objetivo descrever e apresentar uma abordagem terapêutica prática no manejo do paciente obeso pediátrico, baseada na experiência no atendimento do ambulatório de Obesidade infanto juvenil do Serviço de Nutrologia do Hospital de Clínicas de Porto Alegre(1). No tratamento da obesidade infantil não há estratégias milagrosas. No entanto, as ações clássicas, educação nutricional e adesão familiar, ao longo do tempo, conferem um potencial benefício, podendo ser realizadas pela maioria dos profissionais de saúde e prestadores de cuidados primários de saúde.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Simone Pereira Fernandes, Universidade Federal Rio Grande do Sul

Hospital de Clínicas de Porto Alegre, Serviço de Nutrologia

Elisabete Viera Conterato, Universidade Federal Rio Grande do Sul

Hospital de Clínicas de Porto Alegre, Serviço de Nutrologia

Elza Daniel de Mello, Universidade Federal Rio Grande do Sul

Hospital de Clínicas de Porto Alegre, Serviço de Nutrologia.

Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Departamento de Pediatria

Downloads

Publicado

2013-01-26

Como Citar

1.
Fernandes SP, Conterato EV, de Mello ED. Manejo do paciente obeso pediátrico na atenção primária: proposta de uma abordagem terapêutica prática. Clin Biomed Res [Internet]. 26º de janeiro de 2013 [citado 2º de dezembro de 2022];32(4). Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/index.php/hcpa/article/view/31366

Edição

Seção

Artigos de Revisão