Aspectos éticos e nutricionais em uma amostra de idosos institucionalizados e não-institucionalizados

Autores

  • Luciana Junqueira Ramos PUCRS
  • Alessandra Campani Pizzato PUCRS
  • Betina Ettrich PUCRS
  • Cristina Soares Melnik UFRGS/HCPA
  • José Roberto Goldim HCPA/PUCRS

Palavras-chave:

estado nutricional, qualidade de vida, tomada de decisão, idosos

Resumo

O presente estudo avaliou o estado nutricional, a qualidade de vida e a capacidade de tomada de decisão em idosos no município de Porto Alegre- RS. O estudo envolveu amostras compostas por 73 idosos moradores de Instituições de Longa Permanência (ILPs) e por 175 idosos não institucionalizados. Os dados obtidos mostraram que os idosos institucionalizados, comparados aos não institucionalizados, apresentaram diferenças significativas no risco para desenvolver doenças relacionadas ao estado nutricional, na qualidade de vida total e em seus domínios (Habilidade Sensorial, Autonomia, Atividades do passado, presente e futuro, Participação Social, Morte e Morrer e Intimidade). A maioria dos idosos, sejam eles institucionalizados ou não, demonstrou capacidade para tomada de decisão.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2012-07-20

Como Citar

1.
Ramos LJ, Pizzato AC, Ettrich B, Melnik CS, Goldim JR. Aspectos éticos e nutricionais em uma amostra de idosos institucionalizados e não-institucionalizados. Clin Biomed Res [Internet]. 20º de julho de 2012 [citado 8º de fevereiro de 2023];32(2). Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/index.php/hcpa/article/view/30740

Edição

Seção

Seção de Bioética

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 3 4 > >>