Sarcomas de partes moles: experiência cirúrgica de cinco anos em hospital escola

Autores

  • Gabrielle Amaral Nunes UFRGS
  • Jean Carlos Levay Murari UFRGS
  • Juliano Spada UCPEL
  • Marta Amaro da Silveira Duval UFPEL
  • Oly Campos Corleta UFRGS

Palavras-chave:

sarcomas, sarcomas de partes moles

Resumo

INTRODUÇÃO

Os sarcomas de partes moles compõem um grupo heterogêneo de neoplasias malignas com diferentes padrões morfológicos da linhagem mesenquimal. O Hospital de Clínicas de Porto Alegre (HCPA) é um centro de referência para tratamento desta doença, interessando, por isso, o conhecimento de dados demográficos, clínicos, anátomo-patológicos e terapêuticos dos casos aqui tratados.

OBJETIVO

Estudar retrospectivamente os registros de pacientes operados por sarcomas de partes moles no HCPA nos últimos cinco anos e cotejar os resultados com os encontrados na literatura, como estadiamento, tipo histológico, localização e tratamento.

 MÉTODOS

Foram revisados os prontuários eletrônicos de pacientes com 18 ou mais anos de idade, que foram submetidos a tratamento cirúrgico de sarcoma de partes moles, no período entre 2006-2011. Os dados foram registrados em banco de dados no Microsoft Excel, no qual se coletaram informações referentes a idade, sexo, características histopatológicas, estadiamento, tipo de cirurgia, margens cirúrgicas, complicações cirúrgicas, tempo livre de doença, sobrevida e tratamentos complementares.

RESULTADOS

Os prontuários de 141 pacientes foram avaliados. Excluídos os casos com cirurgia em outra instituição e os que não foram tratados com cirurgia, 40 prontuários compuseram esta amostra. Os tipos histológicos mais frequentes foram histiocitoma fibroso maligno (27,5%) e fibrossarcoma (15%), tumor desmoide (12,5%), leiomiossarcoma (10%) e GIST (10%). Os locais mais acometidos foram os membros inferiores (40%) e o abdome (30%).

A maioria dos pacientes apresentava doença em estádio avançado (III) no momento da cirurgia, principalmente devido ao grande tamanho do tumor (média de 12,2 cm) e ao alto grau histológico (G3), encontrado em 50% dos pacientes. Cirurgias conservadoras de extremidades foram realizadas em 85% dos pacientes. Em 80% dos casos foi indicado tratamento complementar.

A média do tempo livre de doença foi 15,7 meses, a sobrevida média foi 24,6 meses e tempo médio de acompanhamento foi 25,3 meses.

DISCUSSÃO

A avaliação da presente amostra indica que os sarcomas de partes moles tratados no HCPA têm um tamanho maior e um grau histológico mais agressivo do que os dados relativos apresentados na literatura. É lícito deduzir que este cenário está associado a uma maior frequência de margens cirúrgicas comprometidas, maior necessidade de tratamentos complementares e maior índice de recidivas. Este estudo preliminar indica que o conhecimento sobre esta doença deve ser mais difundido e o acesso de pacientes aos centros especializados deve ser facilitado.

CONCLUSÃO

Nesta amostra os parâmetros idade, sexo e localização tumoral não foram diferentes daqueles encontrados na literatura. A média do tamanho do tumor é maior do que a apresentada na literatura, bem como o grau histológico III é mais frequente nesta amostra.

Modalidades terapêuticas e sobrevida global são de difícil comparação com dados da literatura, pois a maioria dos estudos os analisa para tipos histológicos específicos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Jean Carlos Levay Murari, UFRGS

Residente de cirurgia geral no HCPA.

Juliano Spada, UCPEL

Residente de cirurgia geral no HUSFP.

Marta Amaro da Silveira Duval, UFPEL

Acadêmica do 11º semestre de Medicina da Universidade Federal de Pelotas.

Oly Campos Corleta, UFRGS

Professor preceptor da residência de cirurgia geral do HCPA e orientador deste trabalho.

Downloads

Publicado

2012-10-09

Como Citar

1.
Nunes GA, Murari JCL, Spada J, Duval MA da S, Corleta OC. Sarcomas de partes moles: experiência cirúrgica de cinco anos em hospital escola. Clin Biomed Res [Internet]. 9º de outubro de 2012 [citado 8º de dezembro de 2022];32(3). Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/index.php/hcpa/article/view/26565

Edição

Seção

Artigos Originais